Marketing Digital Marketing 4.0: descubra o que é e como aplicá-lo no seu negócio

Marketing 4.0: descubra o que é e como aplicá-lo no seu negócio

Por Aline Truchetti em 6 de fevereiro de 2020

Se você ainda não humanizou sua marca, não adaptou suas estratégia ou ainda tem dúvidas relacionadas ao Marketing 4.0, então este conteúdo foi feito para você!

A tecnologia está avançando tão rapidamente, quanto a oportunidade de acesso, fazendo com que seja impossível imaginar nosso dia a dia sem a presença dos aparelhos digitais.

Passamos a automatizar tarefas e simplificar processos, para que tudo seja feito de forma rápida e eficiente.

Inclusive, essas ferramentas se tornaram indispensáveis para a execução de estratégias dentro do marketing digital.

Porém, se compararmos o instante onde tudo começou, concluímos que a evolução ainda é constante, por isso, é essencial ficar atento a tudo que envolve esse assunto.

E por que estou explicando isso? Bom, hoje vamos falar sobre o Marketing 4.0, conceito criado por Philip Kotler, referência do marketing no mundo.

Contudo, para chegarmos lá é importante que você conheça todas as transformações que aconteceram ao longo do tempo.

E se estamos falando em Marketing 4.0, você já deve ter deduzido que para chegar nesta versão foi necessário passar pelo 1.0, 2.0 e 3.0, certo?

Tudo isso você verá no decorrer deste artigo.

Quando tudo começou…

Entretanto, antes de falar sobre o marketing atual, vamos abordar brevemente como e onde tudo começou.

Para isso, voltaremos para 1455, quando Gutemberg, inventou o primeiro maquinário que possibilitou a impressão em massa. A partir daí, nasceram os veículos de comunicação, sua popularização e evolução.

Então, siga nossa linha do tempo para chegar aos dias atuais.

Os primeiros veículos de comunicação com anúncios

Linha do tempo marketing
Esta foi o primeiro passo para a vinculação de anúncios para a massa

O marketing, literalmente, ganha voz

Infográfico linha do tempo do marketing
Mesmo o telefone sendo inventando em 1876, sua popularização aconteceu cerca de 70 anos depois

O nascimento do Marketing Digital

Linha do tempo do marketing digital
Com os avanços tecnológicos e o BOOM da internet, o Marketing ganhou extensões para o meio digital

Como podemos observar, houveram grandes invenções e mudanças em diferentes épocas e consequentemente, todas essas criações contribuíram para o surgimento das ferramentas que temos hoje.

Sendo assim, agora que você está por dentro dessa trajetória, siga para conhecer mais detalhes.

A transformação do marketing

Após conhecer a linha do tempo que marca cada etapa da ascensão do marketing, chegou a hora de avançar um pouco e nos aproximar das mais recentes abordagens utilizadas.

Nos tópicos seguintes, entenderemos juntos essa transformação, de acordo com a visão de Kotler. Vamos lá?!

Marketing 1.0: O produto como superior

O marketing 1.0, está relacionado aos primórdios do tradicional, já que neste primeiro momento não havia a preocupação de compreender ou atender as necessidades dos consumidores.

Afinal, todas as atenções eram voltadas para a produção e para o produto em questão, deixando de lado os gostos e particularidades de cada indivíduo.

Dessa forma, o importante era otimizar a produção, assim, o produto poderia ser vendido a um preço acessível para o maior número de pessoas possível.

Marketing 2.0: Valorização do público

Neste ponto, as características do público passam a ser levadas em consideração e os comerciantes começam a atender seus desejos.

Porém, isso aconteceu graças ao crescimento do acesso a informação, ou seja, as pessoas consultavam marcas e preços e assim, optavam pelas lojas que correspondessem as suas expectativas.

Diante dessa situação, as empresas perceberam que para manter as portas abertas já não poderiam tratar os consumidores como massa. Descobriu-se então, a necessidade de segmentar o público-alvo, passando o consumidor para o patamar de cliente.

Marketing 3.0: Marcas mais humanas

O Marketing 3.0 centraliza com intensidade os consumidores, que começam a ser tratados com mais humanidade.

O que queremos dizer é que, a partir desse momento, as ações de marketing ponderam as singularidades de cada pessoa como única.

Além disso, as marcas também tiveram que trabalhar seu lado humanizado, a ponto de fazer com que o consumidor se identificasse com sua visão, missão e valores, com a finalidade de se conectar emocionalmente com eles.

Portanto, o consumidor deixa de representar apenas um número e as empresas passam a criar soluções personalizadas e a oferecer conteúdo que resulte em benefícios.

Já adiantando um pouco do que está por vir, os autores Kotler, Hermawan Kartajaya e Iwan Setiawan, apresentam o Marketing 4.0 como o “desdobramento natural do Marketing 3.0”, afirmando que a ideia principal é entender que o marketing deve se adaptar as mutações do consumidor neste novo período, ou seja, da economia digital.

Quer saber mais? Prossiga e conheça o Marketing 4.0!

Marketing 4.0: “Do tradicional ao digital”

Podemos definir como uma extensão mais profunda do Marketing 3.0, assim em sua mais nova e atualizada versão, o Marketing 4.0 prioriza com ainda mais intensidade as características e hábitos do consumidor, como indivíduo.

Veja a definição dos autores do livro: “Em essência, o Marketing 4.0 descreve um aprofundamento e uma ampliação do marketing centrado no ser humano para cobrir cada aspecto da jornada do cliente”.

Por isso, torne todo o processo da sua empresa mais humano, invista no relacionamento com o consumidor, estabelecendo laços profundos e criando estratégias segmentadas focando sempre nas necessidades do indivíduo como único.

Se a versão anterior já nos mostrava a importância em canalizar todas as ações diretamente para ele, agora isso deverá ser feito com mais exatidão.

Vale dizer também que caso sua empresa não se adapte aos novos costumes do comportamento do consumidor, que está cada vez mais exigente, você perderá espaço no mercado.

E de onde vem tantas mudanças?

Com o avanço e popularização da internet, os usuários possuem poder para realizar qualquer tipo de pesquisa, incluindo o histórico e avaliações das empresas.

Assim, essa pesquisa pode ser feita em poucos minutos, ou seja, com apenas um clique, ele terá a ficha completa da loja, do produto e avaliações de outros consumidores e o valor dessas informações é muito alto!

Observe esse trecho do livro: “Eles também buscavam e ouviam autoridades e especialistas. Entretanto, pesquisas recentes em diferentes setores mostram que a maioria dos consumidores acredita mais no fator social (amigos, família, seguidores do Facebook e do Twitter) do que nas comunicações de marketing”.

Ou seja, apenas sua palavra já não basta para conquistar a confiança do consumidor, já que os próprios autores destacam que com as mídias sociais, os conselhos e opiniões de estranhos dentro dessas mídias, acabam valendo muito mais do que a da própria empresa.

Três fatores do Marketing 4.0 que impactam o consumo

Google: os usuários buscam por conteúdos que os ajudem de alguma forma.

Redes sociais: usados como canais de aproximação.

Serviços: os aplicativos de serviços são cada vez mais comuns, como Uber, ifood e outros.

Como integrar o Marketing 4.0 ao seu negócio

Crie personas

Vá além de estabelecer um público-alvo, como já citamos em artigos anteriores, criar personas facilita o direcionamento de campanhas de marketing, o tornando mais assertivo.

Dentro do Marketing 4.0, é muito clara a necessidade de conhecer todas as particularidades dessas pessoas.

Que tal aprender como fazer isso? Clique aqui.

Marketing de conteúdo

Como descrevemos, gerar conteúdo é uma ótima maneira de atrair consumidores, já que o volume de pesquisas por algo que supra suas dores, é alto.

Demonstre sua relevância oferecendo materiais de qualidade e gratuitos, assim ele certamente pensará em retribuir esse gesto de alguma forma.

Humanize sua marca

Acreditamos que essa ideia tenha ficado muito bem fixada em sua mente.

A humanização da marca é um dos princípios das estratégias do marketing atual, por isso, faça com que os consumidores enxerguem muito além de uma simples compra de produto.

Seja parte de algo especial, contribuindo para que ele viva experiências surpreendentes. Transforme a interação com a sua marca em algo que valha a pena recordar.

Advogados da marca

Como falamos também, a recomendações de amigos, familiares e estranhos da internet são mais valiosas que a da própria marca.

Assim, você poderá usar isso a seu favor, já te explicamos:

Tendo ao seu lado essa legião e clientes satisfeitos, você terá aliados que defenderão seu negócio a todo custo.

Monitoração de resultados

Se você está com todas as suas campanhas alinhadas e ativas, este também é o momento de mensurar métricas e resultados.

Colher os frutos de uma estratégia só será possível se ela estiver sendo positiva, por isso, fique de olho nos números.

Anote o que deu certo e aprenda com o que precisa ser melhorado.

Automatização de marketing

Para que você tenha mais tempo para o que realmente exige mais esforços, a automatização de campanhas de marketing poderá te ajudar, e muito!

Existem diversas soluções no mercado que podem te ajudar no desempenho de tarefas recorrentes.

Passe a buscar por alternativas que otimizem esses processos.

O tradicional deixa de existir?

Depois de tantos detalhes e informações sobre a era digital, talvez, você esteja pensando que o tradicional tenha morrido de vez.

E viemos dizer que não.

O on-line e o off-line coexistirão e as pessoas continuarão vivendo entre esses dois mundos.

No livro, os autores citam que o tradicional ainda faz parte da vida das pessoas, como por exemplo, muitos leem notícias na internet, mas ainda procuram a TV como fonte segura de informação.

Dessa maneira, um comercial exibido na TV poderá servir como gatilho para pesquisas e compra on-line.

Podemos concluir que o principal desafio é integrar esses elementos e sabemos que já existem meios para isso, ou seja, nunca foi tão importante proporcionar experiências omnichannel, para que o consumidor não sinta a distância entre esses dois campos.

Gostou do conteúdo ou ficou com alguma dúvida? Deixe seu comentário!

Comente, sugira e participe: