Desenvolvimento Loja virtual pet: motivos para investir e como montar

Loja virtual pet: motivos para investir e como montar

Por Aline Truchetti em 27 de outubro de 2021

Neste artigo você conhecerá os principais e mais importantes pontos para entrar no mercado com uma loja virtual pet. Confira!

Não é de hoje que grandes empreendedores enxergam no e-commerce um potencial enorme para vendas variadas.

Sendo possível inserir diversos segmentos e conquistar o sucesso comercial no ambiente online.

Mais um ponto que merece destaque é o crescimento significativo do mercado pet, que abre um leque de oportunidades.

Aliás, o relatório Radar Pet 2020, mostrou que mais de 37 milhões de domicílios possuem gatos e/ou cachorros, o que corresponde a 53% dos lares brasileiros.

Essas pessoas querem proporcionar o melhor para seus animais domésticos, já que eles são considerados membros da família, então, nada mais justo que você aproveite essa chance para abrir um negócio rentável e que atende a demanda.

Porque escolher o mercado pet

Sabemos que a decisão de se tornar empreendedor é extremamente delicada, afinal, exige uma série de escolhas, planejamento e muito empenho.

Por outro lado, ver a sua marca tomando forma e alcançado os resultados esperados é uma satisfação sem tamanho.

Por isso, para que esse pontapé inicial seja certeiro, é essencial que você analise as opções em alta e, claro, que tenha expectativas de evolução.

E o mercado pet apresenta todas essas condições, pois o Brasil é o terceiro país com maior número de animais domésticos, segundo relatório da Abinpet (Associação Brasileira da Indústria de Produtos para Animais de Estimação).

Outro fator é a frequência com que os casais, principalmente os mais jovens, estão se transformando em “pais de pet”, o que faz com que eles tratem os bichinhos como filhos, investindo fortemente no seu bem-estar.

Então, é muito provável que este mercado cresça cada vez mais, assim como a variedade de produtos e serviços oferecidos para esses animais.

Defina o segmento de atuação 

Quando falamos em mercado estamos nos referindo a algo mais amplo, ou seja, que inclui todos os produtos e serviços do ramo pet.

Portanto, o próximo passo é escolher um segmento de atuação.

Ok, mas o que isso quer dizer?

Basicamente é determinar uma fatia desse mercado, isto é, para se a loja virtual pet será voltada para alimentação, medicamentos, acessórios, serviços e outros.

Para conseguir mais detalhes, faça uma pesquisa e descubra quais produtos os donos de pets têm mais dificuldades de encontrar, o que eles priorizam ao comprar pela internet e quanto geralmente gastam. 

Analise as respostas e cruze os dados com questões referentes a fornecedores, poder aquisitivo, meios de envio e demais elementos do planejamento.

Escolha uma plataforma de e-commerce

A plataforma de e-commerce é o sistema que possibilita o gerenciamento de pedidos, estoque, cadastro de produtos, logística e muito mais.

Por isso, você deve identificar e comparar as particularidades de cada uma e chegar a uma escolha adequada.

Verifique itens como estabilidade, integrações, aplicativos, suporte, considerando sempre o momento e objetivos do seu negócio.

Tema para loja virtual pet

Agora que você já tem uma plataforma de e-commerce, a etapa seguinte é escolher um tema, que será o visual da sua loja virtual pet.

O layout é responsável pela apresentação dos produtos, banners, categorias, enfim, é com o que o visitante se depara ao acessar o site.

Sendo assim, utilizar um tema construído por profissionais é uma ótima alternativa, já que atende com exatidão e eficiência a necessidade do empreendedor.

De fácil instalação e configuração, os templates Netzee não exigem conhecimento em programação, além disso, foram construídos de acordo com as melhores e mais atuais práticas para desempenho e conversão.

Clique na imagem e confira todas as funcionalidades do tema PrimeStorie PetShop

Crie categorias e organize a sua loja

As categorias ajudam na organização da loja virtual e auxiliam para que os usuários encontrem os produtos com mais facilidade e rapidez.

Por exemplo, você pode criar uma categoria “Cães” e inserir os tipos de rações, petiscos, brinquedos, higiene e outros.

Observe a imagem abaixo:

Esses “grupos de produtos”, deixam uma estrutura mais intuitiva, exibindo com clareza as opções que atendem as necessidades do consumidor.

Cadastre os produtos

O cadastro dos produtos exige atenção e algumas técnicas, pois os mecanismos de busca estão sempre de olho no SEO.

Isso quer dizer que no título e na descrição do produto você deve utilizar palavras-chave para posicionar as páginas em plataformas como o Google.

Uma boa dica para o título é reproduzir exatamente o que o produto representa, imaginando também como o usuário fará a pesquisa.

Veja as seguintes ordens:

Palavra-chave + Marca + Sabor + Porte do animal
Ração + Golden Special + sabor carne + para cães adultos

Palavra-chave + Cor + Porte do animal
Brinquedo mordedor pet + vermelho + para cães filhotes 

Observe que os dois títulos possuem as principais características do produto, de maneira simples, sendo possível prever a forma que o usuário fará a busca.

E para a descrição, o número de informações é fundamental, o consumidor não tem um contato físico com o produto, então, é essencial que ele tenha uma ideia realista do que estará comprando.

Isso inclui medidas, peso, ingredientes, material, enfim, tudo o que o produto contém e que é essencial que o consumidor saiba. Lembre-se, quanto mais detalhada, melhor.

Imagens dos produtos para loja virtual pet

As imagens também fazem parte do processo mencionado acima, afinal, o consumidor deseja ver todos os aspectos do produto.

Se tratando de produtos pet, podemos citar roupas e acessórios, que muitas vezes são peças estampadas, com cores e outros diferenciais.

Escolha imagens com uma ótima resolução e, quando necessário, de diferentes ângulos e aproximações. Esses cuidados fazem com que o consumidor tenha mais segurança para adquirir o produto.

Defina meios de envio e pagamento

Os meios de pagamento e envio são fatores primordiais e influenciam diretamente na decisão do consumidor.

Ou seja, a partir do momento que a loja oferece valores muito altos de frete ou não conta com as opções de pagamento mais utilizadas pelo público, isso afeta na decisão de compra, fazendo com que ele busque por outro e-commerce que forneça melhores alternativas.

Invista em Marketing Digital 

Por fim, mas não menos importante, é indispensável que você divulgue a sua loja online, marcando presença em redes sociais como Instagram, Facebook, TikTok e outros. Inclui também canais como o WhatsApp, E-mail e Telegram.

Outra ideia é ter um blog para a sua loja virtual pet, com conteúdos que sejam relevantes para o seu público, dessa maneira, você aumenta a oportunidade de tráfego orgânico e atrai consumidores qualificados.

Os influenciadores digitais também podem render boas conversões, portanto, procure por profissionais que são seguidos e ouvidos pelo grupo que você deseja atingir.

E é claro, esteja sempre de olho nas novidades e no lançamento de novos recursos para o marketing, desse modo, você poderá atualizar e melhorar estratégias sempre que necessário.

Conclusão

Neste artigo, você conheceu as principais possibilidades de se tornar um empreendedor no mercado pet e assim, ter a sua própria loja virtual.

Este passo a passo é primordial para que o seu negócio tenha uma estrutura alinha e sólida dentro do seu planejamento.

Não se esqueça que aqui no blog da Netzee você encontra uma séries de artigos que explicam e mostram o mundo do e-commerce.

Também queremos saber quais são as suas duvidas e sugestões, então, deixe aqui nos comentários.

Comente, sugira e participe: