Dicas Descrições que vendem: 5 truques para elaborar textos atrativos

Descrições que vendem: 5 truques para elaborar textos atrativos

Por Aline Truchetti em 12 de março de 2020

Você sabia que a descrição do produto influencia na decisão de compra do consumidor? Confira nossas dicas infalíveis para criar textos incríveis.

Ao contrário das lojas físicas, comprar através de dispositivos digitais não permite que o usuário tenha um contato direto com o produto.

Por isso, é fundamental apresentá-lo de maneira atrativa, assim, as chances de fechar vendas serão muito maiores.

Diante disso, apostar em fotografias de alta resolução é uma estratégia eficaz.

No entanto, apenas as imagens, mesmo que bem produzidas, não convencem 100% o consumidor, já que ele exige ainda mais especificações, e é neste momento que as descrições entram em ação.

Faça uso da criatividade, afinal, este é um complemento do que está sendo vendido.

Ou seja, imagine uma foto perfeita acompanhada de uma descrição mais ou menos, ou vice e versa, decepcionante, não acha?

Vale ressaltar que as duas propostas devem estar em total harmonia, conquistando de vez o coração do consumidor.

Recentemente, desenvolvemos um conteúdo com diversas dicas para um clique perfeito, que você pode acessar aqui.

E dando sequência ao assunto, nos aprofundaremos em como aperfeiçoar este trabalho, com descrições envolventes e que despertem o desejo de compra no usuário.

Acompanhe!

1. Divulgue os recursos do produto

Você conquistou a atenção do consumidor, ele acessou sua loja, a página do seu produto e… surpresa!

Não encontrou nenhuma informação relevante quanto as funcionalidades e benefícios que a mercadoria trará em troca do seu suado dinheiro.

Portanto, para evitar constrangimentos como este, caracterize muito bem o retorno que esta compra trará.

Sabemos que ele busca por uma solução, algo para suprir suas necessidades, por isso, deixe explícito os atributos e as vantagens oferecidas.

2. Forneça detalhes e especificações

Independentemente do produto, todos eles exigem a divulgação do seu tamanho real, assim como as cores que estão disponíveis, e no caso de roupas e calçados, a tabela de medidas.

Todas essas informações são primordiais, pois é dessa forma que o consumidor saberá que está comprando o item correto.

Já pensou receber em casa uma geladeira que não cabe no espaço reservado ou um micro-ondas que não encaixa na base?

Outro cuidado que você deve tomar, principalmente no segmento de moda, é que P, M, G e GG, deixaram de ser referências concretas há muito tempo, diante da diversidade de corpos é essencial que sejam fornecidas as medidas exatas da peça.

Aliás, detalhes como este diminuem o risco de reclamações, trocas e devoluções.

3. Use palavras sensoriais para despertar o desejo de compra

Palavras sensoriais são aquelas que fazem com que sintamos o cheiro, o gosto ou a textura do produto.

Desperte essas sensações no usuário enquanto ele lê a descrição, por exemplo, se você vende pijamas, destaque o toque macio do tecido e do conforto, remetendo a ideia de uma ótima noite de sono.

No ramo de bebidas como vinhos, descreva seu sabor, aroma e suavidade.

Enfim, abuse dos adjetivos sensoriais e estimule com mais intensidade a compra.

4. Deixe avaliações expostas

Uma pesquisa feita pela Spiegel Research, apontou que 95% dos consumidores leem opiniões antes de realizarem uma compra.

Ou seja, muito além do produto, eles buscam por recomendações que reafirmem a qualidade e a credibilidade da loja.

Então, analise essas informações e as deixe em evidência nas páginas de compra, que podem ser exibidas por meio de depoimentos ou estrelas, o que vai depender do seu layout e das ferramentas de personalização.

E para que você entenda um pouco mais sobre a importância de manter uma boa reputação, leia este conteúdo: “Reputação on-line: 4 atitudes que ajudarão a construir a autoridade da sua marca”.

5. Adote palavras-chaves

Utilizar técnicas de SEO é indispensável para o posicionamento dentro dos sites de busca, já que essa prática é responsável por fazer com que os consumidores encontrem você.

Ao empregar as palavras-chave de maneira correta na descrição do produto, seu ranqueamento também melhora.

Pois é dessa forma que os algoritmos dos buscadores entendem que você é a resposta para determinada necessidade, assim sua loja será indicada logo nas primeiras páginas.

E tudo isso gera mais tráfego, leads, conversão e vendas!

Os benefícios de uma boa descrição do produto

Infográfico para descrição de produtos on-line
Observe que ao optar com uma descrição completa e bem estruturada, as vantagens irão além do impacto causado no consumidor

Conclusão

Uma boa descrição para um produto exige requisitos básicos e simples de serem assimilados, porém, quanto mais completa, mais efeitos positivos surtirão.

Ao responder todas as dúvidas do consumidor em um único lugar, você otimiza diversas operações do seu negócio, sendo uma delas, como citamos acima, o descongestionamento dos canais de atendimento, já que os usuários não precisarão fazer tantas perguntas relacionadas a mercadoria.

Isto é, acrescente esse cuidado na sua lista de tarefas e acompanhe as métricas para mensurar os resultados dessa mudança, que com certeza serão favoráveis para a sua empresa.

Comente, sugira e participe: