Dicas Como preparar a minha loja para a Black Friday 2019

Como preparar a minha loja para a Black Friday 2019

Por Jaqueline Piva em 20 de setembro de 2019

Em 2018, a Black Friday foi responsável por 4,9% das vendas do e-commerce e isso resultou em R$ 2,6 bilhões de todo o faturamento. Esses números são uma comparação com 2017 e foram somados com apenas vendas de dois dias.

Em 2019, a data está marcada para 29 de novembro, ou seja, temos quase dois meses para que as lojas que ainda não preparam ações para se destacar, pensem e executem estratégias.

O grande aumento visto nas lojas neste período se dá porque as pessoas esperam os descontos da data para realizar as compras. E mesmo a data sendo a maior em promoções, ela ainda possui o maior ticket médio comparado as outras datas sazonais, sendo de R$608.

Com preparar a minha loja virtual para a Black Friday

Quanto maior antecedência com qual as lojas se preparam maior a possibilidade de terem sucesso.

Lojas virtuais requerem maior tempo de preparo por conta de muitas visitas, estoque, frete, logística, além de precisarem chegar até o público que querem alcançar.

São muitos os pontos que merecem atenção do lojista, vamos listar aqui algumas dicas de estratégia para aumentar as vendas e questões importantes para ficar atento para guardar a reputação.

Prepare as ofertas

Comece estipulando quais produtos entrarão em promoção e qual será a estratégia promocional para vende-lo. Faça realmente uma lista e determine valores.

Com isso, tenha em mãos informações que irão ajudar nos números. Fluxo de caixa, margens de lucro, logísticas e todas questões financeira que implicam no faturamento da loja.

Assim é possível saber até onde pode ir e quais estratégias trarão benefícios tanto para a loja quanto para o cliente.

E isso é importante, nesse momento lembre-se de que as promoções e produtos precisam ser reais e vantajosos. Alguns critérios para escolher produtos que podem ter descontos:

  • os que possuem maior margem para desconto
  • produtos parados em estoque
  • produtos em boas condições para vendas
  • produtos considerados “iscas” (que fazem os clientes comprar mais produtos relacionados)
  • produtos com reposição rápida
  • produtos que vendem menos

Defina isso em primeiro e aí partir daí as estratégias podem começar a ser criadas e rodar para alcançar as pessoas certas.

Ações de marketing estratégicas

E-mail marketing

O e-mail marketing é uma jogada sempre presente no comércio eletrônico. É uma estratégia que por tratar uma lista segmentada atinge as pessoas certas no momento certo.

E pode ser utilizada a partir de agora, para criar expectativa desde já e fazer com que os clientes já se preparem até economicamente para comprar.

Um exemplo de quem já está fazendo isso é o Magazine Luiza, agora chamado de MagaLu que começou a enviar e-mails falando sobre a Black Friday.

Separe a sua lista de clientes que já compraram e que estão há um tempo sem comprar, os que são mais engajados, cadastrados em newsletter, podem ser segmentadas pessoas baseadas em interesses passados, com produtos que já compraram.

Esse e-mail pode ser enviado antes, para gerar gatilhos mentais de antecipação e curiosidade e de acordo com o comportamento dos leads, outros são enviados conforma quem abriu ou não.

Mídia paga

Se a sua empresa está presente em canais que façam anúncios pagos comece a alcança-los mesmo que não seja para falar diretamente da Black Friday, construir uma rede de pessoas segmentadas para esses anúncios pode facilitar quando a campanha for rodar além de você ter público interessado.

Aposte no Remarketing para visitantes do seu site.

Landing Page

Essa estratégia pode estar vinculada com as duas acima. Criar um landing page pode ser eficiente para direcionar o tráfego para uma ação específica. A personalização e textos contam muito já que a página é criada com esse intuito. Ela pode até ser utilizada para uma promoção única que mereça atenção especial.

Layout da loja virtual

Outra dica de estratégia importante é fazer mudanças no layout do site, principalmente a troca de banners. O design é fator importante para converter visitantes em leads/clientes. Como não deixar a sua loja com a cara da Black Friday? Os usuários precisam ser impactados de primeira.

A troca de banners, vitrine específicas, seção de menu com as promoções podem compor seu layout.

Time de vendas

Prepare o seu time de vendas para atender as pessoas em maior demanda. Se você tiver loja física, isso se aplica com muito mais ênfase.

Suporte

Muitas pessoas compram na Black Friday pelo preço e só após se dão conta de características e querem informações após. Dúvidas sobre preços, prazos, dificuldade, usabilidade podem surgir no momento da compra, por isso disponibilize um suporte a mais para essa data.

Existem empresas que fazem treinamento para manter o atendimento alinhado e dar a melhor experiência ao cliente.

Estoque

Prepare seu estoque para atender todos consumidores e evitar constrangimento com estoque vazio e pedidos não realizados, esse é um dos fatores pelos quais muitos clientes não retornam as lojas.

Se você irá colocar um produto em promoção certifique-se com seus fornecedores a disponibilidade dos produtos.

Entrega

Evite atrasos de entrega, muitas fraudes já aconteceram e ainda existem essas práticas. Muitos consumidores têm receio de comprar nessa data por isso, então dê a ele a garatia da compra desde o pagamento até chegar na casa dele.

Conclusão

Se organize com as dias acima e se atente a todos os pontos para que a sua loja venda mais. Não deixe para depois, o quanto antes as pessoas tiverem sua loja em mente, elas lembrarão de você na data.

Comente, sugira e participe: