Dicas Call To Action: descubra como usar para impulsionar vendas

Call To Action: descubra como usar para impulsionar vendas

Por Aline Truchetti em 25 de março de 2020

O Call To Action ou CTA, é uma ótima ferramenta para incentivar cliques, seja para estratégias de engajamento, conversão ou vendas. No entanto, existem maneiras corretas de colocá-lo em ação. Descubra como!

Diante da alta demanda de empreendedores dentro do mercado on-line, é essencial que os lojistas busquem maneiras efetivas para atrair consumidores e finalizar vendas.

E para isso, existem diversas ferramentas que auxiliam na execução desse trabalho, que vão desde a criação de estratégias de marketing digital até o bom desempenho da loja, garantindo uma ótima experiência de usabilidade.

Dentre as soluções está o Call To Action (CTA), ou seja, “chamada para ação”.

O CTA é responsável por mostrar ao usuário o que ele deve fazer quando acessa um conteúdo seu.

E é dessa forma que você encaminha o consumidor até a página desejada.

Por exemplo, é comum nos depararmos com anúncios de promoções, acompanhados de “Descontos especiais”, “Compre agora” ou “Aproveite”.

Assim, essa prática é responsável por comandar cada passo do consumidor, servindo de estimulo para que ele acesse a campanha estabelecida.

No entanto, para que o CTA seja empregado de forma correta, alguns tópicos precisam ser analisados com atenção, acompanhe!

Público-alvo

Toda e qualquer campanha tem como finalidade atingir clientes em potencial, desse modo, é fundamental que o Call To Action esteja em harmonia com o seu público-alvo.

Ou seja, é necessário que você conheça essas pessoas, para que a abordagem e a linguagem sejam adequadas.

Além disso, é importante levar em conta o estágio em que elas se encontram no funil de vendas, para que o uso do comando seja ainda mais eficaz.

Por exemplo, recentemente a equipe de marketing da Netzee desenvolveu um e-book completo sobre migração, onde é disponibilizado o download gratuito.

Este é um conteúdo rico, voltado para lojistas que já possuem um e-commerce, mas que estão sofrendo com a plataforma atual.

Assim, este material foi produzido para gerar conversão, atingindo empreendedores do meio do funil de vendas, ou seja, que já possuem um nível de conhecimento sobre o assunto e que se identificam com a solução.

Portanto, para que o CTA alcance resultados satisfatórios, você deve oferecer algo que seja relevante em troca do clique, por isso, destaque os benefícios que essa “parceria” trará ao usuário.

Objetivo

Como dissemos, o Call To Action é quem comanda o clique, assim, é essencial que ele seja apresentado de forma explícita e chamativa, aguçando a curiosidade do usuário.

E por mais que seja necessária sua evidencia, é preciso tomar alguns cuidados, para que o objetivo da ação não se perca, gerando o efeito contrário ao esperado.

E como isso poderia acontecer?

Este fato ocorre quando a ação não é específica, ou seja, o usuário tem dúvidas quanto ao que está sendo oferecido ou está confuso com o excesso de informações.

Por isso, durante o planejamento, a intenção da campanha deve ser muito bem definida, assim, o consumidor será direcionado ao que realmente interessa, tanto para ele, quanto para o seu negócio.

Veja o exemplo da Skincare Japan Shop, que utilizou o Call To Action nos bannners, deixando evidente o objetivo de cada um deles

Layout do Call To Action

Para que o desempenho do Call To Action seja positivo, você analisar com cautela a disposição dos elementos.

Então, combine as recomendações acima com uma boa estrutura do CTA, veja:

Cores e tamanhos

Não fique preso a cores chamativas, afinal, este não é o único recurso para um Call To Action funcional.

Opte pelos tons que representam sua marca ou por aqueles que tenham relação com a campanha promovida.

O tamanho deve ser proporcional ao contexto, seguindo a simetria do layout e proporcionando um visual agradável.

Posicionamento

Esta etapa também conta muitos pontos, já que o Call To Action deve estar visível, para que seja localizado facilmente pelo usuário.

Nas páginas de produto, por exemplo, ele se encontra ao lado da imagem e abaixo da descrição e é importante que fique acima da “dobra”, assim o consumidor não terá que rolar a página para encontrá-lo.

Observe como o CTA é empregado pela BS Pharma:

Call To Action Bs Pharma
Usando as cores da marca, a BS Pharma, destaca a opção comprar

Conclusão

Como você pôde acompanhar neste artigo, para que o Call To Action funcione, é necessário pensar em diversos processos, desde o público-alvo, funil de vendas, objetivo e layout.

Com todas as fases em perfeito equilíbrio, a eficácia do CTA, será com certeza, muito mais positiva.

Aliás, tenha em mente que esta é uma estratégia para impulsionar uma ação, então, utilize termos persuasivos e que causem um sentimento de urgência.

Lembre-se ainda que ao oferecer algo, você está prometendo uma vantagem, por isso, não crie falsas expectativas no consumidor, afinal, isso poderá causar decepção e fazer com que ele se sinta, de alguma forma, enganado.

Ficamos por aqui!

Chegou a hora de colocar a mão na massa. Bom trabalho!

Comente, sugira e participe: