E-commerce Benchmarking: o que é, como fazer e quais as vantagens

Benchmarking: o que é, como fazer e quais as vantagens

Por Aline Truchetti em 7 de janeiro de 2020

Você sabe o que é benchmarking? Essa técnica pode ajudar a sua empresa a alcançar o tão sonhado sucesso. Fique conosco e boa leitura!

Comparar estratégias ou utilizar outras empresas de sucesso como fontes de inspiração é um hábito de muitos empreendedores.

Trabalhar dessa forma faz com que você conheça diferentes métodos para atrair clientes, além de ajudar na criação e desenvolvimento de novas ideias.

Porém, nenhum recurso faz “milagre” sozinho. É essencial que todo esse empenho ultrapasse o convencional.

Diante disso, vamos falar sobre o benchmarking, que vai muito além de uma simples comparação.

Ainda não conhece esse método? Então, prossiga e confira tudo que você precisa saber sobre o assunto.

O que é benchmarking

Esta é uma técnica usada para realizar uma comparação entre a sua empresa e a concorrência, afim de coletar dados para analisar os acertos da mesma, facilitando a identificação dos erros cometidos e dos pontos que devem ser melhorados.

Como citamos acima, o benchmarking não fica apenas nesta fase comparativa, para que ele funcione corretamente, é fundamental que este seja um trabalho contínuo.

Isto é, nada de estacionar no primeiro passo, valorize as informações e prossiga para completar o processo, alcançando seu verdadeiro objetivo.

Lembre-se: não é para sair por aí copiando tudo e todos, pelo contrário, use como fonte de inspiração para que você possa elevar sua loja a outro patamar, mas, adaptando sempre para o seu nicho e realidade.

Quais os tipos de benchmarking

Competitivo: é feita a comparação com uma concorrência direta, sendo assim, após levantar as informações necessárias, o lojista deve traçar estratégias e colocá-las em prática para superar seus concorrentes.

Cooperação: neste item você trabalhará em conjunto com outra empresa, deste modo, um ajudará o outro em diversas questões, firmando uma parceria para o sucesso de ambos.

Portanto, saiba que o grande segredo para que esta combinação dê certo, é preciso que os dois estejam dispostos a aprender e cooperar.

Funcional: é a comparação com qualquer outra empresa, independente da sua área de atuação. Elas também contribuirão para aprendizado e melhorias.

Interno: é quando a inspiração vem de dentro da própria empresa, ela pode acontecer desde setores distintos até filiais.

Por exemplo, os vendedores tiveram uma ótima ideia para em determinado assunto, essa ação pode ser adaptada e utilizada também no setor administrativo ou em uma filial.

Conheça cada etapa

1. Planejamento

Escolha pelo menos três empresas para comparação. Este é o número ideal, por isso, pense bem nas possibilidades e prossiga.

Estipule quais dados serão úteis para o seu negócio. Não adianta anotar cada passo da concorrência se essa informação não acrescentará em nada.

Essa definição também servirá como base para que a comparação mais adiante seja eficiente, já que, neste momento, você estará reconhecendo o que precisa ser mudado dentro da sua empresa.

Trace uma estratégia de como o benchmarking será trabalhado, algumas empresas optam pela contratação de consultores, outras preferem uma equipe interna para essa abordagem.

2. Coleta de dados

Colete as informações das empresas estabelecidas. Para isso, você pode buscar por reportagens, usar estatísticas fornecidas pelas redes sociais ou ferramentas como Similar Web, SEMrush entre outras.

3. Análise dos dados

Depois de passar por todas as etapas, reúna as informações e realize uma análise.

Faça uma comparação com os mesmos procedimentos da sua empresa, verifique os pontos que necessitam de atenção e que sofrerão melhorias em seu desempenho.

4. Adaptação e melhorias

Após seguir o passo a passo completo, chegou a hora de mudar! Para finalizar o processo, efetue a implantação do que foi descoberto e estudado.

Estude as métricas e não se esqueça de medir os KPI’s para saber quais foram as reais mudanças.

Etapas do benchmarking infográfico
Conheça cada etapa de como fazer um benchmarking estruturado para o sucesso do seu negócio

Vantagens de fazer benchmarking

  • Estar sempre por dentro de práticas excelentes;
  • Melhor entendimento do mercado;
  • Estar atento quanto a concorrência e saber quais são as tendências e mudanças no mercado;
  • Aprendizado de novas técnicas e estratégias para o seu crescimento;
  • Descobrir e diminuir erros;
  • Redução de custos, já que os erros são apontados e corrigidos, além das demais melhorias feitas e
  • Motivação da equipe em relação as metas alcançadas.

Conclusão

Neste artigo você aprendeu o que é benchmarking, quais são os tipos e como aplicá-los corretamente.

Destacamos também as vantagens em utilizar essa técnica e como ela beneficiará sua loja.

O benchmarking é eficaz e que pode ser aplicado a qualquer tipo de negócio, entretanto, como você pôde perceber, exige certo tempo e trabalho.

Contudo, os resultados obtidos, com certeza, serão compensatórios, por isso, vale a pena o esforço!

Comente, sugira e participe: