Desenvolvimento 4 erros que você deve evitar na página de produto

4 erros que você deve evitar na página de produto

Por Matheus em 3 de julho de 2020

Você tem dado atenção para a página de produto da sua loja? Neste artigo, você conhecerá os principais erros cometidos!

Quando se trata de página de produto todo o cuidado é essencial, afinal, você já venceu algumas batalhas ao despertar a curiosidade e interesse do consumidor, a ponto de fazer com que ele evoluísse no processo de compra.

Contudo, a guerra não está ganha! Para que a conversão aconteça, é importante que esta página corresponda com suas expectativas.

Mas, como manter o consumidor encantando pela sua loja?

Para explicar melhor este assunto, pontuamos os principais erros encontrados na página de produto. Continue a leitura e descubra se você está cometendo algum deles!

Principais erros cometidos na página de produto

1. Não usar imagens de qualidade

Uso de imagens com baixa qualidade: Provavelmente você já deve ter ouvido que “uma imagem vale mais que mil palavras”, certo?!

Esta é a única apresentação visual que o consumidor tem do seu produto, portanto, exibir imagens de qualidade faz diferença, além disso, é um ponto importante na decisão final do cliente.

No entanto, é necessário tomar alguns cuidados:

  • Fique atento ao tamanho, pois imagens pesadas podem causar lentidão na loja. Para te auxiliar nesta questão, acesse o site https://tinypng.com/, ele reduz drasticamente o tamanho e mantem a qualidade.
  • Em relação a resolução, o recomendado é de 1024×768 pixels, mas, dependendo do tema da sua loja, verifique qual o tamanho indicado.

2. Ignorar recursos disponíveis na página de produto

Caso você tenha um tema personalizado, lembre-se de verificar qual a forma correta para o cadastro de informações, desde modo, você aproveitará 100% da sua personalização.

Uma das maneiras mais comuns de navegação nas lojas virtuais, é a partir dos produtos relacionados, que permite que o cliente encontre algo além do que ele buscava, mas, que também seja útil para ele.

O compre junto com desconto, abre uma possibilidade maior para vender mais de um produto por vez, beneficiando tanto o cliente, que no final ganhará um desconto, quanto o lojista, que venderá mais.

3. Não investir em um layout responsivo

É fundamental que o site seja adaptável à versão mobile da maneira correta, ou seja, é necessário reordenar os blocos com o intuito de facilitar a experiência do usuário, simplificando o uso.

O acesso à internet pelos celulares aumenta a cada dia, portanto, a função responsiva deixou de ser um diferencial e passou a ser um pré-requisito.

4. Loja lenta

Um segundo a mais no tempo de carregamento da sua loja, pode se transformar em algo muito mais grave do que aparenta.

Para exemplificar essa afirmação, em 2012, a Amazon, descobriu que cada segundo de demora no carregamento da página, chega a custar US$1,6 bilhão da receita anual, por isso, converse com a agência responsável pela sua loja sobre a otimização e melhorias para o carregamento das páginas.

Uma das coisas que você pode fazer é prestar atenção na quantidade de plugins/features de terceiros que são usados na sua loja, já que isso pode afetar diretamente no carregamento do seu site, assim como as imagens.

Comente, sugira e participe: