Dicas 17 ações para aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual

17 ações para aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual

Por Aline Truchetti em 24 de junho de 2020

Neste artigo nós explicamos os principais aspectos e apresentamos estratégias para aumentar a taxa de conversão da sua loja virtual!

Eleita uma das métricas mais importantes do e-commerce, a taxa de conversão aponta dados reais sobre os investimentos feitos para a geração de vendas.

Acompanhar este número fará com que você tenha informações completas e necessárias para analisar todas as estratégias desenvolvidas para este objetivo.

Dessa forma, se tornam visíveis as ações que estão dando certo e as que precisam ser alteradas ou excluídas, afinal, haverá uma base sólida para que a decisão seja assertiva.

Então, fique conosco, continue a leitura e descubra os principais aspectos da taxa de conversão.

O que é taxa de conversão

A definição de taxa de conversão pode ser vista de diferentes maneiras, pois sua interpretação pode variar dependendo do segmento do negócio.

Dito isso, veja algumas formas:

  • Visitantes que pediram um orçamento;
  • Visitantes que se inscreveram na newsletter;
  • E é claro, os que realizaram uma compra.

No entanto, para lojas virtuais, a taxa de conversão está relacionada a este último item, isto é, ela é calculada com base no número de consumidores que completam o processo do funil de vendas.

Estamos falando daqueles que escolhem o produto, colocam no carrinho e, por fim efetuam o pagamento.

Portanto, conhecê-la é fundamental para o seu desempenho e sucesso da sua loja virtual.

Quer saber mais? Acompanhe os próximos tópicos!

A importância da conversão para a sua loja virtual

É claro que que todo empreendedor deseja ver sua loja virtual crescer, correto?!

Sendo assim, acompanhar a taxa de conversão é um dos passos para que isso aconteça, já que esta interfere diretamente na saúde da empresa.

Afinal, sem esta informação como você:

  • Medirá as ações executadas?
  • Saberá se estão sendo positivas ou não?
  • Tomará atitudes corretivas para melhorar algo que desconhece?

Deixar esse número de lado é andar com uma faixa nos olhos, pois ao desconhecer os reais efeitos dos seus esforços, resultando em gasto de dinheiro e tempo à toa.

E nós não queremos isso!

Aliás, este é um dos motivos pelos quais você deve continuar a leitura. Vamos lá?!

Como calcular a taxa de conversão

Aprenda a calcular a taxa de conversão

O cálculo da taxa de conversão não é algo complicado, que envolve mistérios ou equações, na verdade, encontrar este resultado é mais simples do que se imagina, veja:

Vamos supor que sua loja teve 2.000 visitas no mês de maio e que desse total, 100 pessoas adicionaram o produto no carrinho de compras e realizaram o pagamento.

A conta, ficará assim:

Taxa de conversão / Total de visitantes x 100

100 / 2.000 x 100 = 5%

Viu só como é possível, o que você precisa é determinar o período e reunir os números certos, para que o total seja exato.

Entretanto, mesmo que este seja um processo rápido, existem ferramentas fantásticas que também mostram esses números com precisão.

Uma das mais usadas é o Google Analytics, que apresenta informações completas sobre pedidos, vendas finalizadas, visitantes, entre outras.

Google Analytics

O Google Analytics é uma ferramenta gratuita, que exibe relatórios detalhados de diversos setores da sua loja virtual.

Ou seja, ele apresenta informações sobre velocidade de abertura do site, volume de visitas, páginas mais acessadas, taxa de rejeição e muitos outros, permitindo que sejam coletados diferentes níveis de informações, desde os mais básicos até os mais complexos.

Como aumentar a taxa de conversão

Para que as vendas aconteçam, é essencial atrair consumidores para a sua loja virtual.

No entanto, apenas essa movimentação não basta, pois é necessário que o visitante avance alguns níveis até a finalização da compra.

Nos próximos itens você verá 17 maneiras de eficazes para aumentar a taxa de conversão. Prossiga!

1. Conheça seu público

Primeiramente, é essencial que você conheça as particularidades do seu público, afinal, todas as estratégias e ações serão direcionadas para ele.

Portanto, para que o investimento valha a pena e para que as campanhas tenham resultados efetivos, é necessário que você avalie suas necessidades e ofereça soluções exatas.

Conheça seu consumidor e saiba para quem você está vendendo.

2. Considere o funil de vendas

Para que os materiais sejam direcionados com maior assertividade, deve-se conhecer cada estágio do funil de vendas e analisar em qual nível o consumidor está.

Ao compreender essas informações, você saberá quais são os conteúdos corretos a serem entregues para esta pessoa.

Por exemplo, o usuário entendeu sua dor e deseja resolver a situação, então, pode-se dizer que ele se encontra na fase de decisão, ou seja, cabe a você nutri-lo com materiais mais avançados que apresentem a solução esperada.

3. Disponibilize diversos canais de comunicação

Alguns consumidores ainda têm receio de comprar pela internet, muitas vezes por desconfiança da real existência da loja, se o produto chegará, enfim, são dúvidas que podem ser esclarecidas facilmente.

Uma delas é mostrar que você é acessível, ou seja, que o usuário não terá problemas ao tentar contato, tanto para esclarecimentos pontuais quanto para assuntos mais complexos.

Portanto, informe seu e-mail, redes sociais, número de WhatsApp, telefone fixo e outros.

Por parecer algo pequeno, mas que irá gerar bons resultados.

4. Segurança

Outro medo do consumidor em relação às lojas virtuais é a proteção dos seus dados pessoais, isto é, se essas informações correm o risco de serem reveladas e usadas para golpes.

Então, para tranquilizar os usuários, apresente os selos de segurança que sua loja possui, como o Certificado SLL que é algo básico, descreva também as políticas de privacidade e troca.

Dê garantias para que ele se sinta confortável e confiante no momento da compra.

5. Avaliações dos clientes

Avaliações dos clientes

Deixe ativo em sua loja as avaliações dos clientes, pois muitos usuários buscam por referências antes de efetuarem a compra.

Além disso, as avaliações também geram credibilidade e ajudam demais consumidores na tomada de decisão.

6. Ambiente agradável

O layout é essencial para o encantamento do consumidor, por isso, é importante que a sua loja seja agradável e atraente.

Quando uma pessoa passa por uma loja física, é uma vitrine bem planejada que faz com que ele pare para olhar com mais atenção.

Na versão on-line isso também acontece, afinal, este recurso visual despertará a curiosidade e o desejo de compra no consumidor.

Então, invista em um design profissional, pois ele te ajudará muito no aumento da taxa de conversão.

7. Mobile

Falando em layout, é fundamental garantir uma ótima experiência de usabilidade ao consumidor, seja através do computador ou dispositivos móveis, como smartphones e tablets.

Atualmente, ambas versões são usadas para acessar a internet, no entanto, os smartphones ganharam destaque nos últimos anos, sendo assim, é importante que o seu site seja responsivo, isto é, adaptável para todos os tipos de tela.

8. Banners atrativos

A importância de banners atrativos para lojas virtuais

Todos esses recursos devem ser combinados e banners atrativos, ou seja, trabalhados para captar a atenção do consumidor, aliás, essa prática valoriza sua loja e transmite uma mensagem positiva ao usuário.

Então, fique por dentro das principais tendências e valorize a identidade visual da sua marca.

9. Imagens do produto

O consumidor compra inicialmente a imagem, afinal, este é o primeiro contato dele com o produto.

Portanto, aposte em fotografias de qualidade e alta resolução, com detalhes e diferentes ângulos.

Por exemplo, caso sua loja seja do segmento de moda, disponibilize fotos dos produtos em modelos, permitindo que o usuário tenha uma noção de como ele ficará no corpo, aumentando assim as chances de compra.

Outra dica é produzir vídeos, este recurso está sendo usado por muitos lojistas, pois ajuda o consumidor a visualizar com mais clareza as características do produto.

10. Descrições do produto

Não economize na quantidade de informações, portanto, faça descrições completas, incluindo as especificações necessárias como tamanho, peso, material e outras.

Além disso, elabore textos criativos, lembre-se de utilizar uma linguagem coerente com seu público, para que o produto conquiste, de fato, o coração do consumidor.

11. Invista em publicidade digital

A publicidade digital gera mais acessos e conversão, contudo, para que isso aconteça é fundamental que a prática esteja alinhada com o comportamento do seu público.

Logo, é necessário avaliar em quais mídias ele está, para que o investimento alcance o resultado desejado.

Produza um texto que incentive a ação e acrescente um call-to-action bem posicionado e atrativo.

12. Preços

Preços competitivos também fazem a diferença na corrida pelo aumento da taxa de conversão.

Isso porque os consumidores criaram o hábito de pesquisar antes de comprar, sendo assim, eles observam, além de todas as informações do produto, o seu custo.

Por isso, ressalte as vantagens em comprar na sua loja.

13. Valor do frete

O frete é um dos maiores influenciadores da decisão de compra. Este fato acontece, pois, muitos consumidores acham que o valor da entrega acaba encarecendo o valor preço final do produto.

Então, você pode desenvolver algumas estratégias para contornar essa situação, veja:

  • Ofereça frete grátis para determinadas regiões e com um valor mínimo de compra;
  • Caso haja possibilidade, libere a retirada em um ponto físico.

No entanto, estude com cuidado, para que essas ações não se transformem em prejuízo financeiro para o seu negócio.

14. Velocidade do site

Para aumentar a taxa de conversão, é essencial que seu site tenha um bom desempenho, alta performance e um conteúdo excelente, mas, isso não deve interferir no tempo de carregamento das páginas.

Tenha uma preocupação especial em relação às imagens, use ferramentas que diminuam seu tamanho e as deixem mais leves, porém, certifique-se que elas permaneçam com a qualidade necessária.

A Amazon.com, por exemplo, usa técnicas para garantir essa agilidade, aumentando em 1% se faturamento a cada 100 milissegundos que são reduzidos do carregamento das páginas.

15. Carrinhos abandonados

Infelizmente, no Brasil, o número de carrinhos abandonados ainda é grande, todavia, é um desafio que tem solução.

O que você deve fazer é ficar de olho para descobrir em que parte do processo está acontecendo a rejeição.

  • Alguns exemplos são:
  • Pontos de fuga;
  • Checkout confuso ou extenso;
  • Poucas opções de pagamento;

Após a análise, coloque em prática as técnicas necessárias para minimizar este número.

16. Teste A/B

Por meio do teste A/B é possível comparar as variáveis de marketing e assim, concluir qual ação gera melhores resultados.

Faça isso com imagens, cores, banners, textos, enfim, qualquer detalhe pode ser o responsável pela maior ou menor aceitação do público.

Portanto, planeje e estruture o teste A/B, para que a execução seja eficiente.

17. Conversion Rate Optimization (CRO)

A Conversion Rate Optimization, que traduzindo para o português significa “Otimização da Taxa de Conversão”, é o aperfeiçoamento dos elementos de um website, ou seja, tem como principal objetivo a ampliação do número de clientes.

Para isso, o CRO te guiará para a criação de estratégias voltadas para a otimização de conversões, fazendo com que a quantidade de finalização de compras aumente.

Além disso, investir nesta prática fará com que você tenha mais controle sobre o ROI de marketing, o que resultará em um melhor manuseio de investimento e na diminuição de perdas.

Mas, como funciona?

Para que o CRO seja efetivo, você precisa:

  • Coletar informações, desde métricas, até a realização de testes de usabilidade;
  • Interpretar muito bem esses dados para que as melhorias sejam feitas com exatidão;
  • Acompanhar os resultados de todas as mudanças.

Conclusão

Como você pode ver, o cálculo da taxa de conversão é indispensável para a sobrevivência da sua loja virtual, afinal, é dessa forma que você descobrirá possíveis erros e poderá corrigi-los a tempo.

Colocar em práticas essas dicas exige dedicação e tempo, ou seja, é necessário que você planeje e estude quais estratégias e ações contribuirão para o aumento da taxa de conversão.

Contudo, caso você precise de ajuda profissional para o desenvolvimento de layouts personalizados, procure por uma agência especialista em e-commerce.

A Netzee está à disposição para recebê-lo, acesse nosso site e fale conosco!

Comente, sugira e participe: