Marketing Digital Storytelling: o que é essa técnica e para que serve?

Storytelling: o que é essa técnica e para que serve?

Por Jaqueline Piva em 14 de agosto de 2018

Storytelling, termo em inglês significa “narração”, mas para contextualizar melhor com a sua finalidade, podemos definir como “contar uma boa história”

O termo dá a ideia de que seja algo que não conhecemos, mas nada é tão nosso quanto a arte de contar boas história. Aliás, essa prática existe desde que nos conhecemos por gente e hoje está presente na vida principalmente de quem trabalha com comunicação.

Com certeza você já deve ter sido atingido por uma storytelling, e talvez não tenha nem percebido. E isso não é ruim. Essa prática consiste em contar uma história natural que faça você se envolver sem nem perceber.

A aplicação do storytelling refere-se a contar histórias interessantes, envolventes e persuasivas. O grande diferencial é o formato e recursos utilizados, ou seja, a multimídialidade presente, que agrega diferentes recursos de mídias, para tornar a história mais dinâmica.

A técnica já é aplicada em diversos meios e canais, como na música, TV, teatro, literatura, jornalismo e agora está presente mais fortemente no marketing digital.

Aplicada no marketing digital, a proposta é ajudar no crescimento da marca, firmar uma identidade e pode até vender algo, mas de forma bem menos invasiva que os formatos comuns do marketing, nesse caso, a criação da história pode ser para vender algo, mas sem a realização de uma venda direta.

Algumas características desses vídeos são, os diálogos realistas, a interatividade, o sentimentalismo exposto e a narrativa de uma história com coesão e coerência.

 

Storyteling no marketing digital

O Storytelling no Marketing

O método é muito aplicado quando falamos de publicidade, já que é um meio em que você pode persuadir seu público-alvo. Mas não só como publicidade isso funciona. Dentro de uma empresa, o marketing pode aplicar esse formato para o compartilhamento de suas ideias e valores.

Antes de qualquer atitude e ação de marketing a ser tomada, é necessário conhecer o público da sua empresa e sua persona.

Em uma análise rápida e até pessoal, podemos definir que o público concentrado na internet consome conteúdo, porém, não em todos os formatos. Os textos por exemplo, não tem e não propõe tanta interação. E é por isso que contar histórias tende a alcançar um maior engajamento.

Um bom exemplo de uma empresa que faz um storytelling bem feito é a Coca Cola. A empresa conta histórias que prendem, encantam e surpreendem a todos de forma que não fica parecendo que ela queira vender seu produto. É natural e envolvente.

Comece com a sua empresa de forma simples, planeje e execute todo o processo que vem antes da criação. Entenda qual o seu público-alvo, os desafios da empresa, objetivos. Junte pessoas que possam ajudar nessa construção e se jogue no novo, use a criatividade.

O uso das emoções é o que mais toca as pessoas, então use desse gatilho, você não precisa ir muito além, a naturalidade soma muitos pontos a qualquer ação tomada. Conte histórias que se aproximam da realidade da sua persona, fale dos desafios e os solucione, de forma que ela seja inconscientemente induzida. Contar histórias não quer dizer mentir, pelo contrário, nada pode fugir da realidade, até pode ser fictício, mas nada que vincule tom de mentira para a sua empresa.

Construa a sua autoridade através do Storytelling. Faça uma narrativa que capture a atenção do público, e consiga assim, mais engajamento, cliques e conversões, isso na maior quantidade e plataformas de divulgação que você consiga alcançar.

 

 

Comente, sugira e participe: