E-commerce Segmento da Educação no e-commerce: do offline para o online

Segmento da Educação no e-commerce: do offline para o online

Por Jaqueline Piva em 22 de janeiro de 2019

O mercado educacional no Brasil, de maneira geral tem progredido quanto ao aumento na procura de pessoas interessadas em se profissionalizar para o mercado de trabalho. Isso se dá por conta da maior cobrança por parte das empresas para que os funcionários tenham mais qualificações.

Dessa forma a procura por cursos profissionalizantes, cursos técnicos, graduação, pós, materiais exclusivos, aumentaram consideravelmente. Junto com esse crescimento o comportamento do consumidor tomou novos rumos e hoje o que é mais levado em consideração por nós consumidores é a comodidade e a facilidade com que podemos fazer as coisas sem demandar muito tempo e deslocamento. Resultado de uma falta de tempo para realizar tarefas que podem ser feitas de forma online.

Com essas duas condições surge um novo nicho de mercado, a educação online. Ainda caminhando para alcançar outros segmentos que já migraram para o online, o mercado educacional vem tomando espaço.

Instituições de ensino já estão se adaptando e migrando do offline para o online, usando os dois modelos para crescer e se tornarem maiores, de forma a tender todos os públicos.

O e-commerce educacional surge como uma solução para grande parcela de consumidores que já estão habituados a fazer compras online, oferecendo o benefício da praticidade, tão importante nos dias atuais.

Esse modelo de ensino afeta diretamente a vida de instituições, famílias, comunidades escolares, transformando essas relações e o comportamento de professores e profissionais da educação em vista de métodos tradicionais.

Questões sociais com relação ao ensino no Brasil também interferem e influenciam no crescimento do segmento. O crescimento também surge como solução para muitos desafios e problemáticas enfrentadas dentro das salas de aulas e fora, independente do grau de escolaridade. A falta de gestão pessoal, produtividade, otimização de tempo, falta de planejamento e metodologias assertivas, e pouco investimento na educação, dão maior base e possibilidades da educação online se expandir e se tornar realidade em diversos setores, podendo ser uma maneira de eliminar alguns desses problemas. Tudo depende da visão de negócio de quem irá investir para esses problemas já enraizados na sociedade.

É nesse contexto que o comércio educação online cresce.

 

E-commerce educacional

 

Educação 4.0

Talvez você nunca tenha ouvido falar sobre esse termo, mas ele vem crescendo e impulsionando quem quer investir no mercado educacional online.

Educação 4.0 é o aprendizado por meio de tecnologias, incluindo linguagem computacional, inteligência artificial e internet das coisas. É por meio de experiências tecnológicas facilitar o processo de ensino e aprendizagem.

Ainda não existe um modelo pronto a respeito desse novo recurso, mas ele é baseado em contrapor o modelo de ensino atual, e tem como objetivo quebrar paradigmas tradicionais. Modelo esse imposto de forma descontextualizada e desinteressante para quem frequenta salas de aulas e seguem o processo de aprendizagem.

É nessa linha de raciocínio que investidores estão encontrando oportunidades de firmar um e-commerce, ou plataforma de ensino. Claro que a ideia de educação 4.0 caminha devagar no Brasil, mas ela inicia-se de maneira online, como vem sendo feito e aqui descrito.

A inteligência artificial e o uso de dados, podem ser aplicados num formato de plataforma online de ensino. Os investimentos aqui são mais altos, porém para quem possui o orçamento disponível, ou pretende se expandir pode pensar nessa possibilidade como real e muito lucrativa.

 

Benefícios da gestão, vendas e estudo online no e-commerce educacional

Primeiro, questões financeiras podem ser colocadas como uma vantagem em comparação a abertura de uma loja física e de uma loja virtual. Uma instituição de ensino para que comece a funcionar fisicamente precisa de um prédio, estrutura para aulas, os instrutores, material, precisa dos alunos, seguranças. Só nessa conta os gastos são altíssimos, sem contar as outras despesas mensais e fixas.

Para o online ou a distância, os custos são um tanto quanto menores. Tudo depende de como irá funcionar, mas em relação a vender vídeo aulas, por exemplo, você mesmo pode ser quem produz, edita, cria o conteúdo, sobe para o ar, no caso para uma plataforma, essa que talvez seja o maior dos custos que irá aparecer.

Para os alunos, os benefícios são um pouco óbvios. Sabemos que a correria do dia-a-dia nem sempre permite um tempo livre para se deslocar de casa e ir estudar. Essa realidade é de muita gente, principalmente em cidades grandes, onde o deslocamento é o maior obstáculo.

Nesse sentido, estudar em casa é uma necessidade e quase que única saída. É cômodo, mais prático e pode ser mais eficaz. Como obstáculo desse formato, podemos citar a determinação e disciplina que as pessoas devem ter. O computador fica muitas vezes perto da cama.

Em vista de conteúdo e materiais quem disponibiliza o material, já não precisa se preocupar com frete, logística, envio de produtos, estoque. A produção pode ser caseira ou em local profissional, mas independente do lugar, deve ser didático e com 100% de qualidade.

O custo para gravação de vídeo aula, por exemplo, caso você seja o dono do e-commerce e o professor, pode ser baixo, para iniciantes, mas focados em um bom conteúdo. Caso seja redigido também, a mão de obra fica barata, sendo você mesmo. Outra coisa importante: não precisa gastar com xerox.

É uma maneira acessível e rentável de ganhar dinheiro.

Escolha um segmento no qual investir, o nicho dos cursos, das aulas ou apostilas. É interessante que dentre as melhores opções você aposte naquele que você possui maior afinidade. Depois escolha o formato de como serão disponibilizados os conteúdos.

 

E-commerce educacional

 

Conclusão

Como exemplo de plataforma de ensino de sucesso podemos citar Hubspot Academy, Udemy, Udacity, Alura. Ou como plataforma, onde as pessoas estudam pela plataforma mesmo ou na venda de materiais, esses são bons exemplos de sucesso.

Aqui na Netzee, temos um case de sucesso, o Maxi Educa, eles são uma plataforma que disponibilizam cursos e apostilas online, onde os alunos podem comprar e baixar em PDF, ou compram os cursos e têm um período para acessar. Hoje eles são referência em material didático online.

Se você quer investir no mercado, ou tem algo a vender como seu conteúdo, de o ponta pé inicial e comece devagar, mas comece, pois a área é promissora.

 

Comente, sugira e participe: