E-commerce Relatório Webshoppers 39º edição aponta crescimento do m-commerce nas vendas

Relatório Webshoppers 39º edição aponta crescimento do m-commerce nas vendas

Por Jaqueline Piva em 14 de maio de 2019

O Webshoppers é um relatório sobre o e-commerce no Brasil com maior credibilidade, a responsável por essa coleta de informações é a Ebit – Nielsen que faz análises sobre dados e avanços do mercado eletrônico.

Todos os anos essa união de pesquisas resulta no relatório Webshoppers que apresenta dados e o desempenho do e-commerce nos meses passados a publicação, nesse caso a 39º edição corresponde ao ano anterior.

2018 fechou o ano com dois dígitos: 12% de crescimento em vendas, número esse que era incerto por conta das eleições no final do ano, mas que não influenciou as compras. Pelo contrário, o segundo semestre de 2018 contou com um disparo nas vendas.

M-commerce como destaque das vendas

O grande destaque do aumento nas vendas, foi o m-commerce, compras realizadas através de dispositivos móveis. Só em janeiro de 2019, 42,8% representou o total de vendas pelos dispositivos móveis. Enquanto em 2018 o e-commerce total cresceu 12%, o m-commerce cresceu 41% no mesmo período.

Número de vendas m-commerce

O setor faturou R$53,2 bilhões, com 123 milhões de pedidos, sendo 31,3% (R$16,7 bilhões) resultante de vendas pelos dispositivos móveis. Juntamente com o avanço das vendas do m-commerce, foram constatados 10 milhões de novos clientes do mercado eletrônico fazendo sua compra pela primeira vez.

“O m-commerce vem se mostrando a grande via de democratização do e-commerce. Em 2018, registramos 10 milhões de consumidores que fizeram uma compra online pela primeira vez, incluídos digitalmente a partir da expansão do mercado de smartphones e do acesso à banda larga”, afirma Ana Szasz, head da Ebit – Nielsen.

Categorias destaque

A categoria campeã de produtos mais pedidos em 2018 foi Perfumaria, cosméticos e Saúde com 16,4% de participação em pedidos, seguida de Moda & Acessórios, com 13,6%, em terceiro lugar Casa & Decoração, 11,1% e quarto, Eletrodomésticos, 10,6%.

Já em faturamento, a categoria campeã foi Eletrodomésticos, com 19,6% de importância no mercado, seguido por Telefonia e Celulares, com 18,2%. Além dessas, fazem parte dos 5 primeiros colocados, Casa e decoração, Informática e Eletrônicos. at

Categorias que merecem destaque por alcançar crescimento são Esporte e Lazer, responsável por 10% de pedidos, Alimentos e bebidas com 23% e Livros, Assinaturas e Apostilas que teve grande crescimento na região nordeste.

ticket médio e-commerce 2018

Datas sazonais e comemorativas

Em 2018, cada semestre foi marcado por um aumento nas vendas por alguma data comemorativa, o que foi ótimo para o faturamento. Isso frisou ainda mais a necessidade de um planejamento para as datas.

Datas que vendem bastante e lojas despreparadas é significado de problema para o comércio como todo, pois sua prejudica a credibilidade do e-commerce. Já que foi tão suado chegar nesses números altos.

Segundo a Ebit, as datas mais importantes e seus devidos faturamento foram:

datas sazonais mais importantes

Para 2019 vale investir nessas datas, as expectativas é que esse sucesso nas vendas permaneça e até aumente. Vale ressaltar que o preparo antecipado também seja levado em conta.

Frete Grátis

O frete grátis retornou em 2018 e teve grande aceitação do público durante o ano. As lojas que adotaram o frete grátis, principalmente em datas sazonais, puderam desfrutar de boas vendas.

Além do frete grátis, a garantia de devolução do dinheiro no caso de problemas com o produto, também deixou os usuários propenso a realizarem compras. Segundo pesquisa realizada, dinheiro de volta e frente são chave

frete grátis relatório

Cross Border Trade

As compras feitas por brasileiros em e-commerces internacionais teve queda em 2018 de 22,2% concentrando a maior parte das compras em território nacional.

O ticket médio das compras realizadas internacionalmente em 2018 foi menor do que nos anos de 2015 e 2017 (de US$ 35,46 para US$36,79), a diferença foi de 5,2%, um ticket médio de (US$30,48).

Conclusão

Através dessa pesquisa podemos ver que o quanto foi grande o desenvolvimento do e-commerce. Em 2019 as expectativas são boas para quem deseja começar um negócio ou investir no seu crescimento. Vale a pena apostar em melhorias para atender aos novos comportamentos do consumidor.

O Relatório Webshoppers 39º deixa ainda alguns aspectos importantes para os lojistas.

Relatório 2018 e-commerce

Não perca tempo e invista o quanto antes na sua ideia, no seu projeto. Pegue esses dados e use como base para saber como planejar sua loja. Fique atento as tendências, como o m-commerce e ofereça a melhor experiência para os usuários.

Nós da Netzee podemos te ajudar no sucesso do seu e-commerce em 2019. Entre em contato e conte para nós o que você precisa!

Relatório completo
https://www.ebit.com.br/webshoppers

Comente, sugira e participe: