Notícias Quarta revolução industrial: a era do futuro conectado

Quarta revolução industrial: a era do futuro conectado

Por Jaqueline Piva em 25 de junho de 2018

A quarta revolução industrial está chegando. Alguns especialistas dizem até que já estamos vivendo. E você, já ouviu falar sobre? São várias as teorias do que seria a quarta revolução industrial, mas, basicamente, é a revolução da inteligência artificial.

A primeira revolução chamada de A Era da Produção Mecanizada, ocorreu há séculos atrás e trouxe para o mundo a energia a vapor, aumentando a disseminação da agricultura e da produção têxtil. Cidades e indústria cresceram com esse avanço.

A segunda revolução, A Era da Ciência e da Produção em Massa, aprimorou a ciência e alcançou avanços científicos. Surgiram o motor a gasolina, aviões e avanços químicos. Também foi a era da produção em massa, os números de máquinas cresceram e a industrialização aumentou.

A terceira revolução conhecida como A Revolução Digital, tem como marco a transformação digital, na qual as empresas buscam as melhorias operacionais para as tecnologias. Exemplos dessa revolução são as mudanças da TV por sinal analógico para o digital.

E a finalmente, a Quarta Revolução Industrial, a revolução da inteligência artificial.

 

O que é a Quarta Revolução Industrial?

Cada evolução representou uma mudança na sociedade, que mudou os costumes, a cultura, a economia e a comunicação.

A terceira revolução nos permitiu viver em mundo conectado, mudou as empresas e a vida das pessoas, passou a fazer com que vivêssemos em função da tecnologia. Neste momento vivemos uma realidade sonhada lá na década de 50.

As tecnologias impulsionam de maneira significativa essa revolução, que é visivelmente fundamentada na revolução digital.

A inteligência virtual, tem feito parte de muitas tarefas dentro das empresas e é usada como ferramenta para muitas áreas da tecnologia. Cada vez mais ela vem crescendo e sendo melhorada, juntamente com o Machine Learning.

O mundo está conectado, como tem sido desde a revolução digital, porém o que diferencia as revoluções é a rapidez com que as tecnologias são criadas e a maior integração da população quanto as mesmas.

O que caracteriza a Quarta revolução ou Indústria 4.0, são a hiperconexão, tudo está constantemente interligado por meio da internet, sejam as pessoas ou as coisas. O uso da inteligência artificial, a criação de robôs, as impressoras 3D.

De maneira geral, a Quarta Revolução é a junção de todos esses fatores trabalhando em conjunto ao mesmo tempo.

 

Impacto sobre a sociedade

Impossível não sentir os efeitos dessa revolução no nosso cotidiano. Talvez não seja visível nos detalhes ou passe despercebido, mas usufruímos dessas tecnologias o tempo todo.

Como benefício, os avanços marcados por essa revolução na área da saúde e da biotecnologia farão com que muitos estudos e soluções para doenças vão e já estão sendo descobertos. Os exames e diagnósticos serão mais precisos. A contribuição dessa revolução para a saúde traz muita esperança e vantagens para a sociedade.

Essas mudanças influenciam fortemente os sistemas de produção e também o comportamento do consumidor e consequentemente as formas de consumo.

No Brasil ainda são poucas as empresas que fazem uso dessa conectividade, ainda é bem pontual em relação as tecnologias, como por exemplo o uso de gestão por meio da inteligência artificial, ou a produção de máquinas automatizadas que “conversam” entre si. Mas a previsão é que daqui há 10 anos as empresas façam parte dessa revolução.

Comente, sugira e participe: