E-commerce O que é o Google Shopping e como ele funciona

O que é o Google Shopping e como ele funciona

Por Jaqueline Piva em 13 de novembro de 2018

O Google Shopping é uma vitrine com produtos de diferentes lojas expostos, é como se fosse um shopping online. A ferramenta foi lançada 2011 para acompanhar a mudança no comportamento do consumidor que passou a pesquisar mais sobre os produtos e a comparar preços.

A ferramenta executa funções parecidas com alguns outros sites, como o Buscapé e Zoom, a diferença privilegiada é integração com o Google, que permite que as pesquisas apareçam nos resultados patrocinados.

Além disso o Google possui sua própria página, onde é possível fazer pesquisas personalizadas utilizando filtros, como preço, marca, estilo e outros que variam de acordo com os produtos.

 

Como o Google Shopping funciona

Para anunciar no Google Shopping, primeiro é preciso ter um cadastro no Google Merchant Center, onde serão passados ao Google os dados dos produtos para serem vendidos. Mas antes, é feita uma integração entre o Google Merchant e o Google Ads.

É por meio do Google Ads que os produtos vão para a vitrine e por onde é configurado a campanha e definir lances e orçamento disponível.

Diferente das outras campanhas do Google Ads, ela não é baseada através de palavras-chave, as descrições dos produtos que determinam a relevância do anúncio para ser melhor posicionado entre os demais.

Quanto mais detalhadas as informações dos produtos forem, maior a possibilidade de os produtos serem exibidos nas pesquisas dos usuários. Assim, o motor de busca pode criar uma correspondência mais próxima com as pesquisas.

 

 

Quais os benefícios do Google Shopping para a empresa?

 

Maior tráfego para as lojas virtuais

O Google Shopping traz para o usuário os produtos de várias lojas, com intenção mesmo de dar a ele mais possibilidades, para comparar, observar. Isso gera mais tráfego para as lojas, aparecem como primeiro resultado e atraem mais os olhares, além de anúncios apenas com imagens e preços, que são visivelmente mais atrativos. Essas informações pesam mais na decisão da compra, e por isso os usuários ficam mais suscetíveis clicar e comprar.

 

Leads qualificados e mais conversões

As pessoas que clicam nos anúncios estão mais propensas a fecharem compras. Elas estão em um estágio mais avançado no funil de vendas, e basta algumas informações para que ela dê o clique final.

Sendo assim, os anúncios precisam ser completos quanto a preço, formas de pagamento, prazo de entrega, descontos, tamanho, cor, modelo. Isso é o suficiente para que pessoas que já estejam avançadas no funil, se tornem leads qualificados.

O que acaba gerando consequentemente mais conversões para a loja. O Google shopping proporciona essa maior visibilidade do produto e deixar o consumidor mais perto de fechar uma venda e converter.

 

Análise das performances dos produtos

Uma ferramenta interessante que o Google Shopping disponibiliza é a análise que dá para fazer da performance dos produtos e as informações que podem ser coletadas que são disponibilizadas pela plataforma.

Os relatórios de análises são bem detalhados e apresentam os números de conversões, cliques e até um comparativo do seu produto em relação a concorrência.

Ter em mãos esses dados podem ajudar na criação de uma campanha, estratégia mais assertiva, com base em produtos mais vendidos, menos vendidos.

 

Conclusão

O Google Shopping pode ser utilizado para diversos objetivos e possui inúmeros objetivos. Essa é sem dúvidas umas das melhores opções para quem quer anunciar e colocar os seus produtos em evidência. Não é necessário ter um investimento tão alto, comece com pouco para ir crescendo e ter mais caixa para futuramente investir mais.

Comente, sugira e participe: