E-commerce O que é e como funciona o Google Search Console?

O que é e como funciona o Google Search Console?

Por Jaqueline Piva em 26 de fevereiro de 2019

O Google Search Console, antigo Webmaster Tools, é uma ferramenta gratuita do Google, que auxilia você a melhorar o posicionamento do seu site nas pesquisas.

Essa é uma poderosa ferramenta que entrega aos seus usuários análises e propõe melhorias nas páginas dos sites.

Em 2018, quando passou de Webmaster Tools, para Google Search Console, trouxe consigo novas funcionalidades, migrou alguns serviços para a plataforma e outros deixaram de existir.

Apesar das mudanças, a utilidade e finalidade sempre foi a mesma, relatórios e análises precisas, sobre tráfego do site, desempenho nas pesquisas, questões de SEO, indexação.

E por falar em SEO, são os profissionais que cuidam dessa área, que mais utiliza a plataforma, visto que essas questões interessam para fazer um bom trabalho de SEO.

Se seu site apresenta aspectos que estão fora das normas de otimização, o Search Console apresenta sugestões de melhorias e correções.

Vamos entender mais sobre as finalidades do Google Search Console.

 

Funcionalidades do Google Search Console

Vamos entender mais sobre as finalidades do Google Search Console que fazem do seu site o melhor posicionado e te mostra como anda o desempenho.

 

Aparência de pesquisa (Search Appearance)

Neste tópico de Aspectos de pesquisa, como também pode ser chamado, você pode melhorar a aparência do seu site quanto ao aparecer nos resultados de buscas.

Ele mostra o Google está vendo seus títulos, descrições, imagens e cada item da página do seu site.

Nesta aba, questões como, de que forma o usuário está se sentindo atraído com o seu título, como você está apresentando as informações nos snippets.

No relatório, cada item é especificado e identificado, são propostas sugestões para melhoria de cada aspecto, como título, URL, de como deixá-los otimizados.

Fique atento a essas indicações e procure aplica-las, com certeza isso implicará no ranqueamento.

Dentro dos Aspectos de Pesquisa, são gerados relatórios, são eles: os dados estruturados, marcador de dados, melhorias de HTML, links para o site, páginas aceleradas para dispositivos móveis.

Dados estruturados – é um relatório que identifica os dados que estão estruturas. São conjuntos de informações estruturadas que os usuários entendam melhor e ver se eles são facilmente encontrados nas páginas.

Marcador de dados – essa ferramenta serve para você indicar para o Google o que é cada elemento do seu site. Indicar o que é cada item selecionado em uma página.

Melhorias de HTML – como o nome já diz, é a melhoria do HTML de problemas encontrados durante o rastreamento do Google no seu site. Sendo elas na meta descrição, nos títulos, e páginas não indexadas.

Links para o site – em um snippet, há a possibilidade de apresentarem sitelinks, é possível que isso seja editado e pode-se também.

Páginas aceleradas para dispositivos móveis – ainda em período de implementação, ela apresenta os erros nas páginas que foram configuradas para acelerar o desempenho em dispositivos móveis (AMP).

 

Tráfego de pesquisa (Search Traffic)

Neste relatório é possível identificar o tráfego orgânico do site e tirar insights e otimizações. Nele é apresentado:

 

Search Analytics

Palavras-chaves em que seu site aparece nos resultados de busca – são as palavras na qual quando pesquisadas, seu site aparece no resultado de busca. É muito útil para que se fique atento as palavras chaves que geram maior tráfego, para que você invista nelas.

Páginas do seu site referenciadas – análise as páginas em que te trazem realmente resultados.

Países que acessaram – importante para que você possa otimizar a página para outros países.

Qual dispositivo foi usado – otimize o meio em que te traz mais acesso.

Pesquisa web ou especificamente para imagens – é uma forma de verificar se as imagens estão sendo indexadas.

Análise por datas – faça comparações de um período com outro.

Ainda nesse relatório, aparecem dados como quantidade de cliques, impressões, e métricas de visualizações.

 

Links para o seu site

O Google dá bastante valor aos sites que são bem referenciados, os backlinks. Aqui você pode ver os sites que referenciam o seu, criar e estreitar parcerias, tirar insights e ver sua importância pelos olhos de terceiros.

 

Links internos

Analisa as estruturas dos sites em que você referencia. Analisa a importância delas, e propõe melhorias, pensando no ranqueamento, visto que essa também é uma boa prática.

 

Ações manuais

O Google além dos seus algoritmos que ajudam nas melhorias de pesquisas, possui correções manuais em algumas situações. São elas:

  • Hosts gratuitos com spam;
  • Marcação estruturada com spam;
  • Links artificiais para seu site;
  • Conteúdo superficial com pouco ou nenhum valor agregado;
  • Técnicas de cloaking e/ou redirecionamentos não autorizados;
  • Spam puro;
  • Texto oculto e/ou excesso de palavras-chave;
  • Site invadido por terceiros;
  • Spam gerado pelo usuário.

Em alguns casos o Google faz essas correções, mas entende como penalidade e você pode perder ranqueamento.

 

Segmentação internacional

Se o seu site possui tráfego internacional, você pode otimizar o conteúdo para atingir o público-alvo correto. Nessa funcionalidade é onde você vê se essa otimização está correta.

 

Facilidade para uso em dispositivos móveis

Diferente do relatório de páginas aceleradas para uso de dispositivos móveis, nesse não é possível ter configuração AMP. Ele analisa a usabilidade das suas páginas para dispositivos móveis e aponta possíveis erros.

 

Índice do Google (Google Index)

Esse relatório apresenta as páginas indexadas pelo Google, as que foram bloqueadas e as que removidas.

Avalie a quantidade de páginas indexadas para notar como o Google consegue indexá-la e rastreá-la. Avalie também quantas quedas foram inesperadas, com isso, fique atento ao andamento do servidor e se o Google tem dificuldade em acessar o seu conteúdo.

 

Recursos Bloqueados

Neste módulo, é possível detectar quais recursos da sua loja estão bloqueados. O Google, através dos seus robôs, faz uma ação de varredura completa nos domínios, incluindo arquivos JavaScript, CSS e de imagem. Eles precisam estar acessíveis para que o Google possa executar todo o processo adequadamente.

Caso seja encontrado problemas, eles estarão indicados nesse relatório. Se houver recursos bloqueados, no relatório terá as instruções de como desbloqueá-los.

Remover URL’s

Você pode, temporariamente, remover URL’s que você não deseja que apareça nos resultados de busca do Google. É enviada uma solicitação para a remoção, que será avaliada.

 

Erros de Rastreamento

Caso o Google tenha algum problema em rastrear e indexar algum conteúdo do seu site, este relatório irá apresentar:

Erros do site: Problemas dos últimos 90 dias que impediram todo o acesso ao seu site.

Erros da URL: Erros específicos ao rastrear páginas exclusivas para computadores e smartphones.

 

Buscar como o Google

Esse relatório mostra como o Google indexa suas páginas. O importante é analisar:

Concluída: Google conseguiu rastrear todo o seu site.

Parcial: Algum erro foi encontrado e a lista completa do relatório de erros de como proceder, vem junto com o relatório.

Redirecionado: O servidor respondeu a algum redirecionamento.

 

Testar Robots.txt

Através do arquivo robots.txt, você consegue indicar e verificar o que não quer que seja indexado. A intenção é não sobrecarregar o servidor, rastreando páginas que não são relevantes. Como por exemplo, uma imagem que você não quer que apareça nas pesquisas do Google.

 

Sitemaps

É pelo Google Search Console que é enviado o arquivo do Sitemap estruturado. Nesse post sobre Sitemap, explicamos porque ele é tão importante. Também é possível ver os erros encontrados.

 

Parâmetros de URL

Aqui, você pode indicar ao Google os parâmetros que você usa no seu website e qual sua finalidade afim de evitar que o Google entenda que você tem conteúdo duplicado.

 

Problemas de segurança (Security Issues)

Caso seu site já tenho sido invadido ou infectado, com malware, é neste relatório que você saberá, em casos de ser hackeado também. O Google Search Console é o canal no qual você pode solicitar a reindexação.

 

Google Search Console

 

Outros recursos (Other Resources)

Além dessas principais otimizações citadas, existem outras funcionalidades para melhorar sua página.

 

Ferramenta de teste de dados estruturados

Aqui pode-se inserir uma URL ou código-fonte para saber se os robôs conseguem ler adequadamente.

 

Assistente de marcação de dados estruturados

É uma ferramenta um pouco mais avançada para marcar os dados estruturados, assim como o Marcador de Dados do menu Search Appearance.

 

Markup teste para e-mail

Análises na estrutura HTML dos e-mails, para que sejam melhorados os envolvimentos.

 

Google Meu Negócio

É aqui que você pode informar seu endereço e número de telefone da loja física ou escritório ao Google.

 

Google Merchant Center

É possível fazer alterações de informações do produto para que sejam mais facilmente encontrados pelos usuários.

 

PageSpeed Insights

Como otimizar as páginas do seu site? O Google pode te dar sugestões de como otimizar.

 

Pesquisa personalizada

Funcionalidade para inserir campos de buscas em seu próprio site e gerenciá-los. Isso ajuda na otimização dos resultados entregues aos usuários já que é possível saber melhor como ele se comporta referente as pesquisas dentro do seu site.

Domínio do Google

Local para comprar domínios do Google para criar sites.

 

Academia Webmaster

Acessos a cursos e dicas para criar e otimizar a criação de um site. São conteúdos que explicam como funciona as pesquisas do Google e o próprio Google Search Console.

 

Conclusão

Depois de tantas funcionalidades fica claro que não é fácil mexer na ferramenta, ela requer dedicação e é um desafio saber usá-la. Mas apesar de demandar tempo e esforço, ela traz benefícios a curto e longo prazo para o sucesso do negócio.

 

Comente, sugira e participe: