Dicas Conheça os registros de domínios personalizados para Cidades.br

Conheça os registros de domínios personalizados para Cidades.br

Por Bruno Ananias em 21 de novembro de 2017

Já pensou em registrar um site com o nome da sua cidade? Desde o início de junho, essa é uma prática possível no Brasil: o Registro.br, serviço ligado ao Núcleo de Informação e coordenação do Ponto BR (NIC.br) liberou a possibilidade de criação de sites identificados com cidades e regiões metropolitanas pelo País.

 

Dados sobres a campanha de domínios personalizados

 

Até então mais de 50 cidades já têm seus domínios personalizados – quem quiser ter um site para um negócio local em João Pessoa, por exemplo, pode usar o domínio “jampa.br”. O mesmo vale para capitais como Porto Alegre – “poa.br” –, Florianópolis – “floripa.br” – e Vitória – “vix.br”. Segundo dados do NIC.br, mais de 12 mil sites identificados com as suas cidades foram registrados no País desde o início de junho – a liderança fica com a capital gaúcha, com 3.091 endereços próprios, seguida de perto por Florianópolis, com 2.787.

Brasília também lançou seu domínio personalizado o “bsb.br” e em menos de duas horas, mais de 1,6 mil domínios personalizados para a capital federal foram registrados no País. Mais cidades estão criando seus domínios, entre elas: Maceió e Rio de Janeiro, que por sua vez, receberá o domínio “rio.br”.

Atualmente, o Brasil tem ao todo quase 4 milhões de endereços registrados sob o domínio .br. “Para prover opções a quem queira adicionar localidade ao seu endereço de domínio, criou-se a campanha das ‘cidades.br’, que tem o objetivo de proporcionar alternativas para o registro”, diz Demi Getschko, diretor-presidente do NIC.br.

Segundo ele, qualquer pessoa física ou jurídica pode registrar um domínio no País – o custo de manutenção do endereço é de R$ 40 ao ano. Entre as possibilidades de registro, estão a de sites voltados para negócios locais, iniciativas populares ou de “ligação do sítio e do usuário com a sua cidade natal ou adotiva”, como diz Getschko.

 

Escolhendo os domínios personalizados da campanha Cidades.br

 

O processo de escolha do nome de domínio das cidades é por votação popular: desde o início da campanha Cidades.br, o NIC.br disse já ter recebido mais de 7,9 mil contribuições. Para São Paulo, por exemplo, “sampa.br” liderou a preferência popular e ganhou, seguida por “saopaulo.br” e “spo.br”.

Em Belo Horizonte, a disputa foi acirrada entre “beaga.br” e “bhz.br” que acabou ganhando a maioria dos votos – em terceiro lugar, aparecia um simpático “uai.br” (porque não, não é mesmo? risos). Havia até quem apostasse em sugestões menos ortodoxas – e pouco populares – para identificar a capital mineira como “trem.br” ou “paodequeijo.br”. Outras propostas divertidas são “cidademorena.br”, para Campo Grande (MS) ou, ainda “ilhadoamor.br”, para São Luís (MA).

Para Rubens Kuhl, gerente de produtos do NIC.br, a campanha também pode ajudar negócios locais a terem uma base fixa na internet – nos últimos anos, diversos negócios locais optaram por ter perfis em redes sociais ao invés de abrir um site.“Um problema dessa estratégia é ficar vulnerável às mudanças na rede social, bem como a dinâmica de popularidade: a rede que é popular hoje pode deixar de ser relevante amanhã.”

 

Acesse o site oficial da Registro.br e conheça mais sobre esta campanha e alguns dos domínios já registrados: http://www.cidades.registro.nic.br/

 

Você sabe a importância de se registrar um domínio?

Pode-se dizer que o domínio (ou como muitos chamam, “sítio eletrônico”) é, basicamente, seu nome na internet. Ou seja, é a forma como se deseja ser chamado ou encontrado no meio virtual. O nome de domínio foi concebido com o objetivo de facilitar a memorização de endereços de computadores, caso contrário, seria necessário memorizar uma grande sequência de números. Registrar o domínio é o primeiro passo para se ter um site e endereços de email personalizados com o nome da sua marca/produto.

 

COMO REGISTRAR UM DOMÍNIO

Se a sua escolha para o domínio estiver disponível, é preciso seguir algumas regras durante a solicitação:

1 –  O nome deve ter no mínimo 02 (dois) e no máximo 26 caracteres, não incluindo a categoria (“.com”, “.org”, “.br”, etc.);
2 – Caracteres válidos são: as letras do alfabeto (A a Z), os números ordinais (0 a 9) e o hífen;
3 – Um domínio não pode conter somente números;
4 – O hífen vale como separador entre palavras;
5 – Ao solicitar o domínio, não coloque o “www”. O correto é registrar o nome da seguinte maneira: dominio.com.br.

 

A ESCOLHA DE UM DOMÍNIO?

A primeira coisa a se fazer para decidir qual domínio deve ser utilizado, é decidir que tipo de conteúdo será disponibilizado no site. Os mais conhecidos como .com e .com.br são mais indicados para sites comerciais, já .net é utilizado para redes e .org para organizações. Esses tipos podem ser utilizados apenas apresentando o número de CPF ou CNPJ.

Outros domínios como .gov.br, e jus.br exigem uma documentação específica para que o usuário possa utilizá-los.

 

PORQUE DEVO REGISTRAR UM DOMÍNIO?

Muito semelhante ao registro de marcas e ao depósito de patentes, ele torna torna seu proprietário o dono exclusivo do nome em todo o mundo. Além disso, outros benefícios também são adquiridos:

– Ter um domínio e garantir um endereço próprio na internet aumenta a credibilidade da sua empresa no mercado;
– Permite que você utilize contas de email personalizadas e, consideradas mais profissionais (você@suaempresa.com);
– Ao criar um blog ou loja virtual personalizada com o endereço do seu site, expandem-se as possibilidades de negócios;
– Registrar um domínio garante facilidade para que seu site seja encontrado.

Fonte: PEGN | Tecnologia

Comente, sugira e participe: