Dicas Como definir metas para o crescimento do meu negócio?

Como definir metas para o crescimento do meu negócio?

Por Jaqueline Piva em 15 de janeiro de 2019

Começo de ano é sempre um momento de reflexão e planejamento, seja tanto na vida pessoal como no profissional.  Mesmo que seja o funcionário, como o proprietário metas e objetivos são traçados para que seja possível escalar um crescimento.

Novos planos e projetos fazem parte da lista dos objetivos. Lista essa que ao fim do ano é conferida, e a pergunta clichê é a mesma, quantas metas foram cumpridas? Vamos entender melhor a importância de traçar metas.

 

Qual a importância de definir metas?

Todos queremos alcançar algo, realizar sonhos e para isso é preciso compromisso, disciplina e determinação. Isso se torna menos difícil se você definir e selar um compromisso, envolvendo uma definição de objetivos e metas dentro de um planejamento.

É importante se planejar para que se saiba exatamente onde chegar, quando e como. Ter controle desse andamento ajuda ter um resultado satisfatório no fim das contas.

 

Diferença entre meta e objetivo

Pode parecer que eles tenham o mesmo significado, mas dentro de um planejamento cada um tem uma função em relação ao resultado definido.

Objetivo: O objetivo é aquilo que você deseja alcançar, é uma definição mais abrangente. Tem a ver com onde queremos chegar, o que queremos realizar, serve como guia.

  • Ex: O Objetivo de uma empresa é aumentar em 30% o faturamento, ou realizar uma mudança, mudar de local.

Meta: A meta é o objetivo de forma quantificada. São tarefas específicas detalhadas para o alcance do objetivo. As metas são estipuladas em cima de quantidade e prazos. São pequenas ações que dão andamento ao cumprimento do objetivo determinado de forma regular, organizada e planejada.

  • Ex: Se o objetivo da empresa é aumentar o faturamento em 30%, a meta é criar estratégias para colocar as ações em prática, como aumentar as vendas, estratégias para conseguir clientes, melhor a qualidade de produtos/equipe/serviços, e assim por diante.

As pequenas ações usadas em conjunto deixam você mais próximo do objetivo.

 

Metas para o crescimento da empresa

 

Como definir as metas e objetivos?

Primeiro, trace os objetivos que sejam alcançáveis, realistas e condizentes com o seu negócio. Agora, os objetivos são macro, maiores e devem ser pensados a partir da pergunta “Isso é realmente importante para o meu negócio?” e evite colocar metas que não sejam de fato importante.

Uma dica importante para traçar os objetivos e metas é: pesquisar. Pesquise sobre o mercado, sobre concorrentes, o comportamento deles, exemplos, e sobre a sua própria empresa, seu histórico.

Dica importante também, é que se você for o dono de uma empresa, trace as metas juntamente e baseado na sua equipe, deixe os a par de todos os passos e metas, afinal, eles serão peça essencial para a realização.

Com objetivos macros traçados, trace os menores, os micros objetivos. Eles são menores e mais facilmente tangíveis. Eles tornam os objetivos maiores, possíveis. Eles são como “passos menores” ao objetivo final.

Metas menores fazem com que não seja difícil e cansativo a caminhada. Eles também podem ser frustrados facilmente e assim mudados para fazer da melhor forma. Esse talvez seja mesmo o momento de errar e consertar, porque nem todo objetivo é alcançado rápido e de primeira. E como são mais simples, o prazer de cumpri-los da mais energia para seguir.

 

Estabeleça prioridades

Com os objetivos – micro e macro – traçados, é hora de estabelecer prioridades e uma sequência. Analise todos os objetivos e avalie quais são mais importantes e prioritários. Uma boa forma de tirar conclusões a respeito das prioridades é listar os objetivos a curto, médio e longo prazo.

O que tiver que ser cumprido num prazo menor, é o que merece maior prioridade. Isso não significa que o resto não merece atenção, essa relação ajuda a direcionar o foco e elencar a ordem dos passos.

 

Tenha um plano de ação

Depois de definido uma ordem de prioridades, é o momento de especificar quais serão as ações tomadas para realizar as metas. O plano de ação serve para detalhar o passo a passo das ações e atividades. É ele que irá orientar e guiar o andamento da equipe por todo o período.

 

Como montar um plano de ação?

Para um plano de ação bem montado, ele deve ter as seguintes informações:

  • Os objetivos micro e macro estabelecidos que irão guiar as estratégias;
  • As atividades que serão desenvolvidas relacionadas a cada objetivo;
  • Cronograma que contenha toda as datas de início e término de cada ação, sempre de acordo com as prioridades;
  • Pessoas e equipes responsáveis por cada ação;
  • Orçamento destinado a cada passo;
  • Metas que serão atingidas com cada ação realizada a partir das estratégias.

 

Conclusão

Ter um planejamento faz toda a diferença na conclusão dos objetivos. A partir dessa definição de etapas é possível deixar em evidência aonde se quer chegar e assim seguir adiante.

Toda essa estrutura de um plano de ação é importante para as empresas darem o ‘próximo passo’ sabendo para onde está caminhando, dessa forma é mais fácil manter o foco, principalmente nas metas que são estipuladas a longo prazo.

 

Comente, sugira e participe: