Marketing Digital Branded Content e Marketing de Conteúdo: qual a diferença entre eles?

Branded Content e Marketing de Conteúdo: qual a diferença entre eles?

Por Jaqueline Piva em 11 de setembro de 2018

A produção de conteúdo para as empresas é um assunto que já está em pauta há algum tempo. O marketing digital revolucionou a forma de atrair o público, trouxe novos conceitos e formatos de criar estratégias e de como criar engajamento.

Existem diferentes formas de criar conteúdo para os usuários da internet, e nesse contexto se encaixam o branded content e o marketing de conteúdo. Há bastante confusão quanto á essas produções, alguns acham que eles possuem as mesmas características, mas ambos têm suas próprias finalidades.

É importante entender suas diferenças por que cada uma dessas estratégias gera resultados diferentes, e mais, cada uma possui o seu público alvo.

Vamos entender o que significa cada uma

 

O que é Branded Content?

Branded Content, termo em inglês que significa conteúdo de marca, é a produção de conteúdo, como diz o próprio nome, direcionado para uma marca.

Essa nova estratégia que está sendo a maior aposta das empresas em 2018, é uma inovação do marketing que traz uma nova solução para transmitir a mensagem de uma marca para os consumidores.

A dinâmica na divulgação das marcas mudou de formato, antes os anúncios dominavam o marketing e muitas vezes não alcançavam o público da maneira esperada. Hoje a forma de apresentar ao consumidor a marca vem associada a informação, diversão e empatia.

Esse formato já tomou conta das estratégias e as grandes marcas já aderiram com grande êxito. Pelo tom mais informal e amigável, a aceitação do público diante essas produções foi melhor que o esperado. As pessoas são atingidas por esse formato e nem percebem que a marca está para ‘vender’ algo.

 

Características do Branded Content

É muito pessoal o formato que cada empresa adota na geração desse tipo de conteúdo por ser realmente um diálogo direcionado a um público definido.

Como característica marcante do Branded Content podemos citar a forma que o conteúdo é intencionalmente criado para gravar a marca na mente e no coração do cliente.

O conteúdo precisa necessariamente ser de relevância e valioso para o cliente, senão acaba se tornando apenas mais um conteúdo jogado na internet. Essa relevância se dá por conta da conexão que o conteúdo precisa ter para envolver o cliente.

Para gerar essa conexão, o lado emocional precisa ser ativado, usar da empatia, da reciprocidade podem ser gatilhos que ajudam. Mas, mais do que gatilhos técnicos, o conteúdo precisa fazer com que o cliente se identifique com a marca afim de encontrar semelhança com a vida do cliente e os princípios da empresa.

A conexão ainda pode usar do fator da fantasia para conseguir entreter e causar bons sentimentos ao cliente. A conexão é o um dos fatores de maior importância na criação do branded content.

A grande sacada é trazer para a empresa o olhar de identificação dos público.

 

 

Branded content e marketing de conteúdo

 

 

O que é marketing de conteúdo?

O marketing de conteúdo é também uma forma de criar conteúdo para o público. Se parece com o branded content por também produzir conteúdo, mas as finalidades é o que diferencia uma estratégia da outra.

Marketing de conteúdo faz parte do inbound marketing, onde os conteúdos são produzidos de acordo com a jornada do cliente. Eles são direcionados para cada fase em que o cliente se encontra.

O objetivo é atrair o cliente para vender algo mesmo que seja futuramente. A intenção é prepara-lo para o momento que a empresa irá vender explicitamente. Mas o conteúdo também pode ser feito pra o momento da compra.

O fato de estimular o cliente a realizar uma ação, como por exemplo, assinar um newsletter, baixar um material ou comprar um produto é o diferencial.

Você deve estar se perguntando por que então fazer branded content já que não gera vendas? O branded content pode sim gerar vendas, ele só não deixa isso explicito e nem é criado com essa finalidade.

 

Diferença entre Branded Content e Marketing de Conteúdo

A diferença está nas finalidades, como já dito, um visa ganhar os clientes por meio de uma história fixando a marca, para que depois, ela seja lembrada como autoridade. O marketing de conteúdo, também pode contar histórias, mas eles estão muito mais centrados em preparar o cliente para comprar.

O branded content não é marketing de conteúdo em si, mas deve estar presente na sua estratégia de marketing digital.

 

Histórias para criar conexões com o seu público

Inimigo público comum – Essa é o tipo de história que no qual o público tende se conectar facilmente por ter o critério de que você se unirá as outras pessoas para persuadi-las de que o inimigo em questão deve ser detido em prol do bem comum.

A jornada do idiota – Essa história tem como objetivo mostrar que qualquer pessoa pode alcançar o sucesso mesmo com os erros cometidos pelo caminho até chegar onde chegou. E isso se enquadra a vida de muitas pessoas.

Do fracasso a fama – A história do fracasso à fama é parecida com a jornada do idiota, assim como a história do herói por acidente. Porém, você precisa ter um problema bem específico e, além de encontrar a solução dele, se tornar uma referência nesse assunto.

Herói por acidente – É quando o herói se torna herói por acaso, sem ter a intenção. Simplesmente ele é bom em algo e acaba virando referência, mas acaba virando herói pelo bem de todos.

Nós somos parecidos – a busca da conexão rápida com a pessoa é a característica principal desse tipo de história. Ela reforça o fato de que tanto quem conta a história como quem ouve podem ter uma história e seguir juntos uma caminhada de conhecimento.

Jornada do herói – É a famosa história contada pelas criações de Hollywood. Ele supera os obstáculos e vence no fim da história, pode misturar ficção e realidade.

As pessoas esperam histórias reais, compartilhe isso com elas. Ninguém pode contar a mesma história, isso já é um diferencial. O fato dela ser envolvente e emocionante faz com que ela não se importe que a história apresente uma marca.

 

 

Comente, sugira e participe: