Marketing Digital Anúncios no YouTube: saiba como funcionam e os modelos que existem

Anúncios no YouTube: saiba como funcionam e os modelos que existem

Por Jaqueline Piva em 11 de junho de 2019

Sabemos que o YouTube é uma ótima plataforma para estratégias de marketing digital. Já falei aqui como trabalhar como os vídeos na plataforma e como pode ser vantajoso criar um canal para gerar conteúdo para negócios.

Mas, além criar de um canal no YouTube como estratégia de marketing digital, ele pode ser usado também como um forte canal de mídia paga para veiculação de anúncios.

O alcance dos vídeos toma conta de muitas redes sociais e seu poder de persuasão é maior do que anúncios em apenas texto, por exemplo. Além disso, o YouTube é a terceira plataforma mais utilizada apontada por usuários, segundo a pesquisa “Social Media Trends 2019”, da Inteligência Coporativa RockContent.

Os anúncios no YouTube representam uma oportunidade única de alcançar usuários através de vídeos, isso porque, por ser uma plataforma audiovisual, os usuários que navegam já se tornam possíveis clientes em potencial por serem adeptos do formato.

Nós, como usuários do YouTube, já fomos impactados por esses anúncios. Mas como saber qual é o formato ideal para você usar na sua empresa? Aqui vou falar sobre os formatos mais utilizados e quais são seus impactos.

Formatos de anúncios no YouTube

Todos as configurações dos anúncios do YouTube são feitas pelo Google Ads, nele é possível escolher os formatos, alcances e segmentações. Os anúncios em vídeo são promovidos dentro do YouTube, antes durante ou depois de outros vídeos.

Anúncios puláveis

Os anúncios puláveis são utilizados para conteúdo em vídeo que devem ser exibidos antes de outros vídeos e em toda a Rede de Display, ou seja, em vídeos nos sites parceiros.

Esse anúncio pode ser exibido antes de outros vídeos e o usuário pode pular depois de 5 segundos. O segredo desse formato é prender a atenção para o seu objetivo dentro desses 5 segundos para que o usuário assista até o fim.

O custo desse tipo de anúncio, pode ser cobrado de duas formas, um lance de CPV (custo por visualização), onde o anúncio só será cobrado se o usuário assistir mais de 30 segundos ou até o fim do vídeo caso a duração seja menor.

A outra forma são os lances CPM (custo por mil impressões), assim você paga a cada 1.000 exibições do anúncio.

Para quem já usou o Google Ads para configurar campanhas sabe que cada campanha tem uma meta para alcançar. Para a configuração das campanhas para o YouTube também é necessário definir metas. As metas que podem ser utilizadas para os anúncios puláveis são: Leads, tráfego do site, alcance e reconhecimento da marca, consideração do produto e da marca e campanha criada sem nenhuma meta.

Anúncios não puláveis

Como diz o nome, esses anúncios não são puláveis, ele possibilita que você exiba a sua mensagem toda aos usuários. Esse formato pode ter até no máximo 15 segundos e é reproduzido antes, durante ou depois de outro vídeo e não existe a opção de ser pulado.

Os anúncios não puláveis é cobrado com base no CPM, portanto, você paga a cada 1.000 exibições dos seus anúncios. É permito que esse anúncio selecione como meta o alcance e reconhecimento da marca.

Como os usuários são obrigados assistirem para rodar o vídeo, usar esse anúncio te da o poder de falar sobre a sua marca, seu produto e fixar isso nos usuários.

Anúncios Discovery

Os Anúncios Dicovery são promovidos em rede de descoberta, como nos resultados de pesquisa, com vídeos relacionados do YouTube ou na página inicial do YouTube para celular.

Ele consiste em uma miniatura do seu vídeo com um texto. Apesar do tamanho que pode variar de acordo de onde é visto, ele é convidativo para ser clicado. Quando clicado ele se reproduz no player do YouTube.

A cobrança é feita a cada vez que o vídeo é clicado e assistido. As metas que cabem nesse formato são a consideração de produto e de marca e campanha criada sem uma meta.

Anúncio Bumper

Esse tipo de anúncio serve para entregar aos usuários uma mensagem rápida e marcante. Os anúncios bumper tem duração exata de 6 segundos ou menos e pode ser exibido antes, durante ou depois do vídeo.           

Você também paga os anúncios bumper baseados no CPM, ou seja, a cada 1.000 exibições e tem como meta de alcance e reconhecimento da marca. Eles são ótimos para campanhas promocionais e lançamentos de produtos. A dificuldade enfrentada é colocar um conteúdo bom e com objetivo dentro desses 6 segundos.

Conclusão

Esses são os formatos mais utilizados para anunciar no YouTube. Além de anúncios em vídeo, ainda existem os banners que podem ocupar dois espaços na plataforma.

Os sobrepostos ficam em cima do vídeo, na parte inferior, com um banner com conteúdo em textos e o outro formato em banner, do lado direito, em destaque acima da lista de sugestões.

Os anúncios, segundo recomendações do YouTube, para que comecem a ser veiculados, devem ter um orçamento diário de R$20,00. Os valores podem ser ajustados sempre que necessário e varia de acordo com o investimento de cada empresa.

Se o seu público se encontra no plataforma e você possui bons recursos para criar vídeos, não perca tempo em anunciar. Para saber mais o YouTube disponibiliza instruções para quem quer começar.

Comente, sugira e participe: