Desenvolvimento A Internet das Coisas pode mudar a forma como vivemos e trabalhamos

A Internet das Coisas pode mudar a forma como vivemos e trabalhamos

Por Jaqueline Piva em 10 de julho de 2018

A transformação digital é algo que já vemos como a realidade de muitas empresas e na vida de muita gente. E a Internet das coisas vem dessa transformação digital.

Com o passar dos anos as tecnologias cresceram e os investimentos foram altos. Muitos protótipos, experimentações e aprendizados são desenvolvidos, o que promete muitos resultados para o futuro.

Apesar de ser algo que irá crescer e aumentar futuramente, hoje em dia já temos Internet das Coisas em nossos cotidianos.

 

Mas o que é Internet das Coisas?

O termo “Internet das coisas” é traduzido do inglês, Internet of Things (IoT). Ele é baseado em duas palavras que podem definir perfeitamente o termo: inovação e futuro.

Essa tecnologia consiste em conectar diferentes tecnologias por meio da internet. Ela envolve qualquer tipo de objeto, sendo assim fica conhecida também por expandir a conectividade, isso tira a delimitação da internet interagir apenas com os dispositivos tradicionais.

As possibilidades são infinitas e a Internet das Coisas está mudando a relação das pessoas com a tecnologia, e mudando ainda mais, a forma com vemos e interagimos com o mundo e as pessoas.

Os objetos podem conversar entre si através de sensores inteligentes e softwares que transmitem dados para uma rede. Isso pode ocorrer entre dois ou mais objetos.

O sentido do termo Internet das Coisas realmente faz a alusão a palavra coisas, sejam elas quais forem. Relógios, rádios, televisores, geladeiras, carros e computadores tudo pode estar conectado com tudo.

Na teoria parece confuso e complexo, e realmente é, mas na prática a intenção é que tudo se torne mais fácil e prático para ser usado. As tecnologias são criadas para que facilite e otimize as tarefas e as tornem mais produtivas em qualquer circunstâncias.

Coisas do cotidianos se tornam mais inteligentes, as funções passam a ser automatizadas e integradas. Como por exemplo o fornecimento de informação em tempo real, de trânsito, previsão de tempo, número de vagas em um estacionamento, lembretes, o agendamento tarefas. Tudo feito por meio da conectividade das tecnologias.

Atualmente podemos destacar alguns tipos de objetos integrado a Internet das coisas usados no dia-a-dia. Como os relógios/pulseiras inteligentes que medem a queima de calorias, a qualidade do sono e que podem interagir com os celulares, aplicativos e mostrar notificações.

Ainda parece distante e não tão relevante os benefícios da Internet das coisa, mas imagine  uma casa toda conectada? Onde a sua geladeira te informa quais alimentos estão em falta e onde estão os melhores preços? Uma casa em que você controla as luzes, ar condicionado, televisão, tudo em um só dispositivo?

Pois é, um dia o mundo inteiro estará conectado.

 

Comente, sugira e participe: