Dicas 5 dicas para passar segurança nas vendas online

5 dicas para passar segurança nas vendas online

Por Evandro em 13 de agosto de 2012

Os números do comércio eletrônico no Brasil crescem rapidamente, seja em número de clientes ou faturamentos, cada vez mais nota-se o quanto é vantajoso vender pela internet. Porém, mais de 22 milhões de brasileiros ainda não usam a web para fazer compras. E uma das razões por não comprar online é a falta de segurança.

Esses potenciais compradores ainda temem pagar por um produto e não recebê-lo, comprar um produto que não serve e depois não conseguir trocar, teem receio de informar seus dados pessoais e depois terem seus dados divulgados, enfim, vários fatores ainda causam insegurança nos consumidores. Porém isso pode ser evitado com medidas simples.

Abaixo, listo alguns itens que devem ser melhorados na loja virtual, para passar segurança para os consumidores e com isso fidelizar novos clientes.

– Política de Privacidade
A política de privacidade da loja deve ser bem elaborada, pois esta precisa transmitir o compromisso da loja com o sigilo das informações de forma clara e objetiva, evitando que o consumidor tenha dúvidas.  Procure deixar bem claro como a empresa trabalha, como os dados fornecidos são armazenados, se são criptografados (não se esqueça de explicar como funciona a criptografia), enfim, deixe bem claro quais as razões para solicitar informações pessoais dos compradores.

– Selo de Segurança
O selo de segurança é o item mais essencial em uma loja virtual. Segundo pesquisa, a exibição do selo de segurança nas páginas da loja, aumenta as vendas entre 12% e 15%. Procure posicionar o selo em um local o mais visível possível,  um grande exemplo de como posicionar o selo de segurança de forma adequada, é o da loja Corpo Maior Suplementos, que exibe o selo ao lado do botão comprar. Essa estratégia, transmite ainda mais segurança aos consumidores. Vale a pena ser seguida.

– Política de Troca
Outro fator que causa insegurança nos consumidores, é a troca do produto. Em lojas virtuais de roupas, sapatos, é preciso exemplificar como é a política de troca de produtos, pois a possibilidade do consumidor comprar um produto e não servir, é muito grande. Além disso, é essencial oferecer uma tabela de medidas detalhando a faixa de tamanho que compreende cada numeração e explicar como tirar as medidas. Isso ajuda o consumidor a comprar um produto com o tamanho usado e diminui os pedidos de troca.

– Prazo de Entrega
O prazo de entrega costuma causar muita confusão nos consumidores, por isso informe quais os de entrega que a loja trabalha, bem como o prazo de entrega de cada modalidade. Além disso, informe ao consumidor que os produtos são liberados após a confirmação do pagamento e que de acordo com a forma de pagamento escolhida, essa contagem do prazo para entrega é diferente.

– Imagem dos Produtos
A principal vantagem de um loja física comparada a loja virtual é a oportunidade do cliente pode pegar o produto e avaliá-lo. Porém, é possível trabalhar esse fator na loja virtual. Basta inserir imagens com qualidade, oferecer recursos que permitem visualizar os detalhes, além de permitir que uma pessoa que já comprou aquele produto possa deixar seu comentário avaliando o produto.

Comente, sugira e participe: